Publicidade

Correio Braziliense

Para resolver problema de tráfego, GDF quer federalizar a DF-001

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, pediu apoio do Ministério da Infraestrutura para a administração de 16km da rodovia


postado em 19/04/2019 07:00

Com a federalização, o governo federal assumiria o controle, a reforma e a manutenção da via(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press - 11/9/13)
Com a federalização, o governo federal assumiria o controle, a reforma e a manutenção da via (foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press - 11/9/13)

O Governo do Distrito Federal (GDF) busca apoio do Ministério da Infraestrutura para federalizar 16km da rodovia DF-001. A intenção é de que o governo federal assuma o controle da via e cuide da recuperação e manutenção da pavimentação, melhorando as condições de circulação dos veículos que chegam à capital por Luziânia (GO). Com isso, o Executivo local espera diminuir os problemas de congestionamento na região. O GDF quer apoio ainda para a manutenção da BR-020, atualmente cedida para o DF.

Para negociar as mudanças, o governador Ibaneis Rocha (MDB) reuniu-se, nesta semana, com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. O trecho da DF-001, próximo a uma área da Marinha, pertence à União, mas não foi formalmente transferido aos órgãos federais competentes. De acordo com Ibaneis, o ministro comprometeu-se a cuidar das questões relacionadas à DF-001. “Pedimos a ele que assumisse esse trecho, e ele fez o compromisso de que vai fazer”, adiantou o governador.

Ibaneis destacou os graves problemas de trânsito enfrentados no local pela população, sobretudo nos horários de pico. “Trata-se de uma rodovia que precisa ser melhorada para diminuir os engarrafamentos”, ressaltou o governador. “Nós temos hoje ali talvez um dos maiores engarrafamentos da cidade, o que causa muito sofrimento para as pessoas da região Sul.”

BR-020

O ministro da Infraestrutura também ficou de analisar um pedido do governador de intervenções na BR-020, entre Sobradinho e Planaltina. Cedida para administração do GDF, a rodovia seria reassumida pela União, a quem caberia intervenções para revitalizar os acostamentos das pistas, cuja pavimentação é desnivelada.

A ideia, de acordo com o GDF, é que, com o recapeamento de todo o trecho, seria possível criar uma faixa dos dois lados das vias, o que favoreceria a criação da pista exclusiva de ônibus. A medida, de acordo com o GDF, desafogaria o trânsito. A equipe técnica do Ministério de Infraestrutura também avaliará a possibilidade. “Fizemos esse pedido em relação à BR-020, ali na saída de Sobradinho, para a intervenção necessária no segundo balão, fazendo também asfaltamento do meio-fio para melhorar as vias de acesso entre Sobradinho e Planaltina. O ministro disse que vai analisar essa questão”, explicou Ibaneis.

De acordo com o chefe do Buriti, a articulação com o Ministério da Infraestrutura foi positiva, e a parceria entre o GDF e o governo federal deve se efetivar. “Senti muito boa vontade e fui muito bem recebido. Tenho certeza de que vamos caminhar no sentido de resolver os problemas de trânsito aqui do Distrito Federal”, disse o governador. Ainda não há data para que as mudanças ocorram. A equipe técnica do Ministério da Infraestrutura precisa estudar e definir algumas questões antes de efetivá-las.

Para saber mais

Primeira via radial
Com extensão aproximada de 134 km, a DF-001 recebeu essa denominação por ser a primeira rodovia radial construída na capital. Ganhou também o nome de Estrada Parque Contorno, pois contorna a cidade em volta das chapadas que margeiam Brasília. A DF-001 é ponto de origem para as rodovias federais que partem do DF: BR-010, BR-020, BR-030, BR-040, BR-050, BR-060, BR-070 e BR-080. A estrada circunda diversas regiões da capital, como Plano Piloto, Cruzeiro, Sudoeste/Octogonal, Lago Norte, Lago Sul, Guará, SIA, SCIA, Candangolândia, Águas Claras, Núcleo Bandeirante, Park Way, Riacho Fundo 1 e Riacho Fundo 2. Também ocupa parte das áreas de Taguatinga e Paranoá.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade