Publicidade

Correio Braziliense

Universidade investiga crime racial entre estudantes

Caso ocorreu durante competição esportiva entre alunos dos cursos de direito e medicina da instituição de ensino


postado em 19/04/2019 20:31

(foto: Reprodução / Rede Social UCB)
(foto: Reprodução / Rede Social UCB)
A Universidade Católica de Brasília (UCB) investiga um ato de racismo entre alunos da instituição durante uma competição esportiva nas dependências da unidade de ensino. O crime envolveu estudantes de direito e medicina. Por meio de nota, divulgada nas redes sociais, a UCB afirmou que “repudia o ato e vai investigar o caso”. A Polícia Civil não soube informar se houve registro a respeito do caso. 

Segundo relatos dos estudantes, o crime ocorreu durante a competição da última terça-feira (16/4), em um amistoso entre os times de alunos de direito e de medicina da universidade. O casou teve grande repercussão entre os alunos, que pressionaram uma manifestação da universidade. 

Nessa quinta-feira (18/4), a UCB utilizou as redes sociais para comentar o assunto. Na nota divulgada, a instituição diz que “diante do relato de fatos gravíssimos ocorridos durante os amistosos para os jogos do InterUCB, evento promovido e organizado pela comissão eleita pela Liga das Atléticas da UCB, a Universidade coloca à disposição suas instâncias administrativas, como o Projeto de Relações Estudantis (Prelest) e Comissão Disciplinar, para acompanhar e apurar com todo o cuidado e rigor que estes fatos exigem”.

Ainda de acordo com a universidade, “qualquer manifestação de preconceito é considerada incabível, retrógrada e infundada e não podemos aceitar que tais fatos sejam uma realidade na nossa sociedade”.

Crimes 

Dados da Polícia Civil do Distrito Federal apontam que no ano passado foram registrados 435 casos de injúria racial e cinco casos de racismo. Nos quatro primeiros meses deste ano, O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) apresentou 12 denúncias relacionadas a crimes de discriminação racial ao judiciário da capital federal.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade