Publicidade

Correio Braziliense

Em surto psicótico, homem tenta matar a filha de 2 anos e é contido pela PM

Após rendido, bombeiros tiveram de amarrá-lo a uma maca. Ele foi flagrado com as mãos no pescoço da filha


postado em 20/04/2019 14:38 / atualizado em 20/04/2019 15:39

Bombeiros levaram o homem imobilizado para um hospital(foto: Divulgação/PMDF)
Bombeiros levaram o homem imobilizado para um hospital (foto: Divulgação/PMDF)
Um homem foi detido na noite de sexta-feira (19/4), após tentar matar a própria filha, de 2 anos. O caso aconteceu na Quadra 18 do bairro Arapoangas, em Planaltina. O suspeito estava em surto psicótico, segundo a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). O agressor precisou ser imobilizado, medicado e, depois de receber cuidados médicos, foi encaminhado para a 16ª Delegacia de Polícia (Planatina). 

O homem aparentava estar embriagado quando a PM foi acionada por vizinhos. Testemunhas disseram à corporação que o acusado estava com a filha em casa e completamente "fora de si". Quando os militares chegaram, o suspeito gritava coisas desconexas e estava as duas mãos no pescoço da vítima. Durante a ação, o acusado dizia que tentava retirar um arame do pescoço da criança — no entanto, não havia sinal do objeto.

Quando os policiais conseguiram finalmente libertar a menina, o pai correu para o banheiro da residência. No cômodo, ele não quis negociar com os militares e começou a se auto mutilar. Chegou a bater com a cabeça na parede mais de uma vez.

Para contê-lo, os militares tiveram de efetuara disparos com pistolas taser, para poder imobilizá-lo. Os bombeiros, então, tiveram de amarrar o paciente à maca afim de levá-lo ao Hospital Regional de Planaltina. Lá, recebeu atendimento médico, antes de ser encaminhado à 16ª DP. A mãe da criança também compareceu à delegacia para prestar depoimento. Apesar do susto, a criança não se feriu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade