Publicidade

Correio Braziliense

Idosa de 84 anos fica ferida após ser atropelada em Taguatinga Norte

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima empurrava um carrinho de coleta de materiais recicláveis quando foi surpreendida pelo veículo


postado em 20/04/2019 15:45 / atualizado em 20/04/2019 15:46

A idosa teve ferimentos no nariz e na face e foi conduzida pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Regional de Taguatinga(foto: Divulgação/CBMDF)
A idosa teve ferimentos no nariz e na face e foi conduzida pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Regional de Taguatinga (foto: Divulgação/CBMDF)
Uma senhora de 84 anos ficou ferida após ser atropelada no Setor de Oficinas H Norte, em Taguatinga Norte, na tarde deste sábado (20/4). De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima transitava na via empurrando um carrinho de coleta de materiais recicláveis quando foi surpreendida pelo veículo. O motorista, 27, estava sem habilitação.


A mulher teve ferimentos no nariz e na face. Ela recebeu atendimento dos Bombeiros no local do acidente e depois foi transportada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o Hospital Regional de Taguatinga. Ela estava orientada, consciente e estável.

O condutor do Fiat Pálio preto, 27, nada sofreu. Ele foi conduzido para a Delegacia, pelos militares que atenderam o socorro, para o registro da ocorrência. Em depoimento, o homem disse que olhava para a direita, aguardando o momento certo para entrar em outra via. Assim que saiu com o carro não percebeu a idosa e esbarrou no carrinho que ela empurrava, derrubando a vítima.
 
Durante o atendimento, a via teve duas faixas interditadas, mas logo o trânsito voltou a fluir normalmente.  
 

Outros casos

Um homem de cerca de 45 anos morreu atropelado na DF-035, via que liga a QI 21 do Lago Sul ao Jardim Botânico. O acidente aconteceu na tarde da última sexta-feira (19/4). Os paramédicos do Corpo de Bombeiros fizeram reanimação cárdio-pulomonar na vítima por cerca de 50 minutos, mas não tiveram sucesso. O motorista da Mercedes Benz GLA 200, 21 anos, não tinha carteira de habilitação.
 
 
 

 

 

 

 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade