Publicidade

Correio Braziliense

Chuvas fortes voltam a causar alagamentos e complicam trânsito no DF

Um morador do Núcleo Bandeirante registrou, por vídeo, a chuva e o vento forte na região. As imagens mostram uma rua completamente alagada


postado em 23/04/2019 17:51 / atualizado em 23/04/2019 18:07

Após um dia ensolarado, a chuva voltou a cair forte em Brasília na tarde desta terça-feira (23/4). Dois dias depois de um temporal que deixou estragos na capital, moradores de vários pontos do Distrito Federal registram precipitações com ventos fortes. Um leitor do Correio filmou uma rua completamente alagada no Núcleo Bandeirante. Nas imagens, é possível ver a água na altura do meio-fio.

 

O gerente da loja Leal na Área Central do Bandeirante, Márcio da Rocha, precisou colocar as mercadorias para dentro da loja. "Foi uma chuva bem forte, acompanhada de vento também", afirmou. 

 

 

Quem passava pela entrada de Águas Claras também viu muita chuva. Na altura do viaduto Israel Pinheiro, havia bastante lama na via. No Setor de Indústrias Gráficas (SIG), chove forte no fim da tarde. No Eixo Monumental, sentido Rodoviária do Plano Piloto, o trânsito ficou completamento parado.

 

 

 

Na Asa Norte, uma das regiões que mais sofreu com a chuva do último domingo (21/4), também choveu durante esta tarde, mas, de acordo com moradores da cidade, foi bem rápido. Com os estragos causados pelo último temporal, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) decidiu que vai fechar as tesourinhas e vias de algumas quadras que ficaram alagadas para evitar acidentes, mas, até a última atualização desta reportagem, ainda não havia sido detectada a necessidade do bloqueio.
 
O Detran-DF informou que as equipes de fiscalização continuam em patrulhamento na região da Asa Norte e, caso seja necessário, os agentes interditarão as tesourinhas da 201/202, 205/206, 209/210 e vias da 711 Norte. “A ação tem como objetivo prevenir possíveis danos causados pelas fortes chuvas que têm ocorrido na capital federal nos últimos dias”, completa o texto.
 
De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a chuva deve continuar nos próximos dias, mas tende a ficar mais fraca. Os meteorologistas apontam que as ondas de temporais devem cessar apenas em maio.

 
Cuidados

 
Diante dos problemas, a Defesa Civil listou os principais cuidados a serem tomados durante chuvas intensas. Para quem estiver na rua durante um temporal, a recomendação é não empinar pipas ou aeromodelos com fios, não andar a cavalo e nunca permanecer na água. Além disso, o órgão pede que lugares com pouca ou nenhuma proteção contra raios sejam evitados, como celeiros, tendas ou barracos e veículos sem capota.

Antes das chuvas


Providencie a poda ou corte de árvores próximas a residências, com risco de queda. (Procure a Administração Regional de sua cidade ou o Corpo de Bombeiros);
 
Conserte as falhas do telhado, troque as telhas quebradas, reforce a fixação renovando pregos e madeiras e isole a fiação elétrica. Importante que os reparos sejam feitos com orientação de um profissional da área;
 
Não acumule lixo nem entulhos nas ruas. Com a chuva, os mesmos vão parar nos bueiros (bocas-de-lobo) causando entupimentos.
 
 

Durante as chuvas


Se o nível da água estiver subindo, vá com sua família para um lugar seguro. Se estiver ao ar livre, procure um abrigo seguro, longe de árvores, pois elas atraem raios e seus galhos podem cair. Evite acidentes.
 
 

Depois das chuvas


Cuidado com a água que for beber. Veja se não foi contaminada pela inundação, o que pode trazer sérios riscos à saúde;

Não use equipamentos elétricos que tenham sido molhados; nem em locais inundados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito. 
 

Se as chuvas vieram acompanhadas de raios, adote também as seguintes medidas:
 

Se estiver em casa

 
Não use telefone (os aparelhos sem fio podem ser usados);
 
Não fique próximo às tomadas, canos, janelas e portas metálicas;
 
Não toque em equipamentos elétricos que estejam ligados à rede elétrica. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade