Publicidade

Correio Braziliense

Acusado de tentativa de feminicídio é condenado em Santa Maria

Em dezembro de 2016, homem ateou fogo no corpo da companheira


postado em 24/04/2019 20:46 / atualizado em 24/04/2019 21:46

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
O Tribunal do Júri de Santa Maria condenou a 12 anos de reclusão, em regime fechado, acusado de tentar matar a companheira com a utilização de fogo. O réu foi condenado, nessa terça-feira (23/4), por tentativa de homicídio duplamente qualificada por meio cruel (emprego de fogo) e contra mulher (feminicídio), por razões da condição de sexo feminino. A decisão cabe recurso. 

Em dezembro de 2016, por volta das 5h45, emSanta Maria, o homem tentou matar a companheira dele mediante emprego de fogo. As lesões descritas no laudo de exame de corpo de delito atingiram cerca de 20% da superfície corporal da vítima. No dia dos fatos, após discussão entre vítima e acusado, este se dirigiu até a cozinha e retornou ao quarto do casal. Ato contínuo, aproveitando-se do fato de que a vítima estava deitada, jogou álcool no corpo dela e ateou fogo.

Os jurados reconheceram que o crime foi praticado com emprego de fogo e praticado contra a mulher por razões da condição de sexo feminino, em contexto de violência doméstica e familiar, motivado por discussão anterior entre denunciado e vítima, que mantinham relacionamento amoroso.

Para o juiz, o grau de culpabilidade ultrapassou consideravelmente o básico do tipo penal, conferindo maior reprovabilidade. O réu não poderá recorrer da sentença em liberdade.
 
* Com informações do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade