Publicidade

Correio Braziliense

Justiça condena dupla acusada de matar irmãos carbonizados em Ceilândia

O caso aconteceu em 10 de dezembro de 2016, quando os réus assassinaram os irmãos Jeferson Pereira da Silva e Jackson Junio Pereira da Silva


postado em 25/04/2019 22:25

O caso foi investigado por agentes da 24ª Delegacia de Polícia (Setor O, Ceilândia)(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
O caso foi investigado por agentes da 24ª Delegacia de Polícia (Setor O, Ceilândia) (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)

O Tribunal do Júri de Ceilândia condenou dupla acusada de matar irmãos carbonizados em Ceilândia. Jairo Rodrigo de Sousa e Uermerson Monteiro da Silva cumprirão pena, respectivamente, de 27 anos e seis meses e 38 anos e seis meses de prisão por homicídio qualificado.  

O caso aconteceu em 10 de dezembro de 2016, quando os réus assassinaram os irmãos Jeferson Pereira da Silva e Jackson Junio Pereira da Silva em uma residência em Ceilândia. De acordo com os autos do processo, os acusados agrediram as vítimas e atearam fogo nelas.  

A motivação do crime teria sido porque os réus acusaram os irmãos de estarem envolvidos em sum suposto abuso sexual de uma mulher, o que não foi comprovado durante o julgamento. De acordo com a denúncia, todos envolvidos faziam uso de bebida alcoólica e de entorpecentes no momento do crime.  

Para justificar a pena, o juiz ressaltou a periculosidade concreta dos acusados, porque Uemerson é reincidente e Jairo já foi condenado por tráfico de drogas.  
 
Com informações do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade