Publicidade

Correio Braziliense

Polícia investiga tentativa de homicídio; vítima foi baleada três vezes

Um homem entrou na loja de conveniência em Sobradinho e atirou três vezes contra uma jovem de 22 anos. Ela foi baleada uma vez queixo e duas nas costas


postado em 17/05/2019 10:52 / atualizado em 17/05/2019 15:52

Um homem atirou três vezes contra a jovem dentro da loja(foto: Arquivo Pessoal)
Um homem atirou três vezes contra a jovem dentro da loja (foto: Arquivo Pessoal)
Uma mulher de 22 anos foi baleada três vezes dentro de uma loja de conveniência em Sobradinho 2, no início da madrugada desta sexta-feira (17/5). Inicialmente, o crime foi registrado como tentativa de feminicídio, no entanto, os policiais descartaram essa linha de investigação e passaram a tratar o caso como tentativa de homicídio.

Os disparos atingiram as costas e o queixo da jovem, que foi levada para o Hospital Regional de Sobradinho (HRS) em estado grave. Após os tiros, o criminoso fugiu e a Polícia Militar foi acionado. Ele continuava foragido até a mais recente atualização desta reportagem.

Aos policiais, o dono do estabelecimento contou que o sistema de câmeras da loja não está funcionando. Nada foi roubado. O celular da vítima foi entregue aos investigadores da 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho 2), que assumiram o caso.

Uma amiga da jovem, que estava com ela no momento do crime, informou aos agentes que elas saíram de um curso por volta das 22h e foram para casa. Em seguida, foram à loja de conveniência, onde ocorreu o crime.
 
De acordo com o delegado responsável pelo caso, Laércio Carvalho, a vítima está em estado grave e em observação na unidade de saúde.

"Estamos com equipes nas ruas. Ouvimos testemunhas e trabalhamos para identificar o autor do crime", destacou o delegado. Ele ressaltou ainda que os investigadores constataram que a vítima e o autor não tinham qualquer tipo de relação afetiva, por isso descartou-se a hipótese de feminicídio.  

Os projéteis dos disparos foram recolhidos e serão encaminhados à perícia. Segundo testemunhas, o suspeito usava bermuda escura e casaco nas cores cinza e verde. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade