Publicidade

Correio Braziliense

PMDF desmonta quadrilha de roubo de veículos com atuação interestadual

Esquemas dos crimes eram grandes e organizados: começavam no Distrito Federal e terminavam em Minas Gerais, segundo apuração inicial


postado em 18/05/2019 19:44 / atualizado em 18/05/2019 21:44

Polícia encontrou até colete à prova de balas em uma casa suspeita(foto: Divulgação/PMDF)
Polícia encontrou até colete à prova de balas em uma casa suspeita (foto: Divulgação/PMDF)
 
A Polícia Militar prendeu acusados de formarem uma quadrilha especializada em roubo de veículos no Distrito Federal. Os suspeitos admitiram que atuavam em um esquema interestadual, com membros também em Goiás e Minas Gerais. A prisão ocorreu na última sexta-feira (18/5), mas a ocorrência só foi finalizada hoje (19/5).

O caso começou a ser investigado quando bandidos roubaram dois carros em Formosa-GO na última quinta-feira. Eles invadiram a casa das vítimas, trancaram a família em um cômodo, levaram uma picape Ford/Ranger, uma Mitsubishi/ASX e vários objetos da residência. Dias depois, um dos veículos foi encontrado abandonado em Sobradinho. O outro, a picape, foi localizado na tarde de ontem, na mesma cidade, em uma outra área. 

Ao se aproximar do carro, a PM viu mais quatro pessoas se aproximando e realizou a abordagem. A Ford/Ranger já estava com as placas trocadas para ser vendida em Minas Gerais. “Durante a ação, os policiais descobriram que um dos indivíduos havia saído de Santa Maria para levar a picape para Uberlândia onde o veículo seria entregue a outros integrantes da quadrilha”, detalhou a PMDF, em nota. 

O indivíduo que iria à cidade mineira foi preso no momento da abordagem. Outro homem do grupo assumiu participação no crime de Formosa e também foi detido. No último dia 26 de abril, esse mesmo homem foi preso com um carro roubado em Planaltina. 

Vigias

Enquanto os militares realizavam as prisões, uma denúncia anônima informou que dois suspeitos espionavam a PM com um binóculo em uma casa da proximidade. Os policiais foram ao endereço e não encontraram ninguém na residência, mas os objetos do local surpreenderam. 

A corporação encontrou um revólver calibre 38, colete à prova de balas, notebook, celular e binóculo. Os aparelhos eletrônicos eram os mesmos subtraídos da casa das vítimas do dia 16, em Formosa. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade