Publicidade

Correio Braziliense

HRT tem parto em corredor e secretaria alega que mulher quis ir ao banheiro

Segundo a Secretaria de Saúde, a grávida estava no Centro Obstétrico, mas pediu para ir ao banheiro antes de ir à sala de parto


postado em 18/05/2019 20:58 / atualizado em 18/05/2019 21:44

Secretaria de Saúde informou que mãe e bebê passam bem(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Secretaria de Saúde informou que mãe e bebê passam bem (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
 
Uma mulher de 21 anos deu à luz no corredor do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) neste sábado (18/5). Segundo a Secretaria de Saúde, a paciente estava no Centro Obstétrico do local, mas pediu aos médicos para ir ao banheiro antes de ser encaminhada à sala de parto e o bebê acabou nascendo no caminho.

"O pai chamou a atenção da enfermagem que o bebê estava nascendo e a enfermeira chefe do pronto-socorro, que estava mais próxima, segurou o bebê, que nasceu às 8h39", informou a pasta, em nota. Ainda de acordo com a Secretaria, logo depois mãe e criança foram levadas ao Centro Obstétrico para conclusão dos procedimentos, e os dois passam bem.

O caso aconteceu horas depois de outro parto inusitado no Distrito Federal. Também neste sábado, policiais militares foram até a Cidade Estrutural atender uma ocorrência de violência doméstica e encontraram uma jovem gritando. Mas a mulher não estava sendo agredida, estava em trabalho de parto.

Os militares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros, mas não puderam esperar. Eles mesmos fizeram o parto: "A iluminação da residência era mínima, então, o soldado Tiago precisou ficar com uma lanterna. O bebê saiu, chorou fraco e fizemos a massagem para a liberação das vias respiratórias. Em seguida, o choro foi mais alto, o que nos trouxe um alívio", contou o sargento Alex Assis.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade