Publicidade

Correio Braziliense

Acidente com moto no Eixão Sul deixa duas pessoas mortas

Jovem que pilotava uma moto atingiu um comerciante de 53 anos que atravessava a via na altura da 407/408 Sul. Pedestre morreu na hora; motociclista foi levado ao hospital, mas não resistiu


postado em 20/05/2019 22:52 / atualizado em 20/05/2019 23:56

(foto: Carlos Vieira/CB/DA Press)
(foto: Carlos Vieira/CB/DA Press)

Um motociclista e um pedestre morreram na noite desta segunda-feira (20/5), após um acidente no Eixo Rodoviário, na altura da 207/208 Sul. Uma das vítimas, um homem de 53 anos, vendia frutas em frente a uma padaria na 107 Sul. O motocicleta da Yamaha preta, Victor Kalebe Teixeira Bento, 20 anos, colidiu contra João Francisco Pereira, 53, que atravessava a via. O trânsito no Eixão precisou ser interditado no sentido Rodoviária do Plano Piloto. O local ficou sob cuidados do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF).

O pedestre tentava chegar à parada do outro lado, no Eixo L, para pegar o ônibus de volta para casa, em Luziânia (GO), quando foi atingido pela moto. Ele morreu na hora. Já o condutor da moto foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e transportado para o Hospital de Base com suspeita de hemorragia interna e em estado de choque. Ele morreu na unidade de saúde. 

João Francisco era conhecido na região pelo ofício. Testemunhas relataram que a travessia do vendedor entre os carros era frequente. Outro ambulante que trabalha na mesma parada em que a vítima, conhecida como Soró, pega ônibus diariamente, relatou que estava de costas no momento do acidente, ouvindo só a batida. "Foi um barulho muito alto. Eu tinha visto ele (João) do outro lado da rua. Quando virei, já me veio ele na cabeça. Infelizmente, foi isso que imaginei", relatou o conhecido, que não quis se identificar.

O jovem Victor Bento tinha completado 20 anos no mês passado e era filho de um bombeiro aposentado e pastor de uma igreja batista."Fizemos de tudo, mas, infelizmente, ele não resistiu", disse o major Bittencourt. "O pedestre teve afundamento de crânio e óbito evidente; por isso, nossa prioridade foi fazer o atendimento rápido e transportar o motociclista, que estava com sinais vitais", explicou. 
 
Victor Kalebe frequentava a igreja batista e era filho de pastor(foto: Arquivo Pessoal)
Victor Kalebe frequentava a igreja batista e era filho de pastor (foto: Arquivo Pessoal)
 

O trânsito ficou interditado na altura do acidente até que a perícia fizesse a remoção do corpo. O DER fazia o desvio dos carros pela tesourinha na altura da 209/210 Sul. 

Colaborou Jéssica Eufrásio

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade