Publicidade

Correio Braziliense

Coletivo de Santa Maria oferece bikes gratuitas para moradores

Coletivo de Santa Maria oferece bicicletas gratuitas para moradores circularem pela cidade. Além de uma ação cidadã, melhora a qualidade de vida das pessoas


postado em 23/05/2019 06:00

Michelle: além de pedalar, ela se interessou pela manutenção mecânica das bikes(foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
Michelle: além de pedalar, ela se interessou pela manutenção mecânica das bikes (foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
 

 

Bicicletas à disposição da comunidade. Não, não é mais um empreendimento comercial tão em voga na área de mobilidade urbana, mas uma ação social do Núcleo de Formação Popular Família Hip Hop, de Santa Maria. Os integrantes do coletivo tiveram a ideia de ajudar os moradores da região emprestando bicicletas. O projeto Pedala Moinho está na ativa desde o ano passado e deixa as bikes à disposição da população, totalmente de graça. "Essa é apenas uma das pautas do nosso grupo, porque abordamos várias iniciativas acerca da cidadania, como cultura, arte e combate ao preconceito", explica o coordenador geral do projeto, Alex Martins.


Segundo ele, a ideia é facilitar a mobilidade urbana, além de dar qualidade de vida ao cidadão. No total, são 15 bicicletas disponíveis para a comunidade em geral. Para usá-la, é simples. Basta ir até o Espaço Moinho de Vento e preencher uma ficha cadastral. O pré-requisito é ser morador de Santa Maria. "Temos 45 cadastros atualmente. Geralmente, são mães de família que pegam a bike para trabalhar e até fazer compras." O número de cadastrados ainda é pouco, em comparação aos mais de 100 mil habitantes da região. Por isso, a equipe trabalha com divulgação.

 

"Pretendemos fazer uma reunião a cada semana, com a intenção de atrair os moradores e explicar todo o processo de empréstimo. Também estamos colocando divulgações nas escolas e distribuindo folhetos", argumenta o coordenador.

 

Westonne usa a bicicleta para ensaiar com os amigos da banda de rock(foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
Westonne usa a bicicleta para ensaiar com os amigos da banda de rock (foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press)


A iniciativa só deu certo graças ao recurso que o grupo recebeu da organização não governamental Fundo Socioambiental CASA. Por meio de um edital, a equipe apresentou a proposta e ganhou R$ 30 mil. As bicicletas foram doadas pela ONG Rodas da Paz, que, desde 2003, atua na promoção da mobilidade sustentável.


Mão na massa

Emprestar as bicicletas à comunidade vai além de um gesto de solidariedade. A iniciativa passou a fazer parte da rotina do coordenador Alex Martins, que concilia o projeto com a profissão de professor de história. "É gratificante ver a alegria das pessoas. Estamos cientes de que esse projeto promove o bem e a cultura na sociedade", ressaltou.

Como forma de complementar a ação social, o grupo promove oficinas de mecânica para a população. Carlos Alberto Pereira ensina aos alunos conceitos básicos de conserto de bicicleta, como instalação de pneus, montagem e manutenção correta dos cubos das rodas. "O espaço fica lotado. É possível ver o quanto as pessoas gostam de aprender sobre o assunto", destaca Carlos. As oficinas são gratuitas e ocorrem no Espaço Moinho de Vento, em Santa Maria.

Pela cidade

 

Desde o início do projeto Pedala Moinho, a vendedora Michelle Borges não perde a oportunidade de pegar uma bicicleta emprestada. Ela conheceu a iniciativa no Espaço Moinho de Vento, onde pratica aula de dança. "Toda hora eu vou para o centro, seja no supermercado ou pagar uma conta. Geralmente, eu ia a pé ou de ônibus. Mas com a bicicleta, é rápido e aproveito para me exercitar", conta.

Os encontros na central de empréstimo despertaram algo a mais em Michelle: a mecânica. A paixão pela área começou logo após ela participar das oficinas sobre bikes. "Muitas pessoas olham para uma mulher e não a imaginam mexendo com graxa e peças. Mas eu afirmo: mecânica é coisa de mulher, sim", declara.

Para o autônomo Westonne Gonçalves, a bicicleta serviu para estreitar o laço com os integrantes da banda (Capital Alternativa), da qual faz parte. "Pegamos emprestado as bikes para ir aos ensaios do grupo. Essa união nos fortaleceu e uniu mais." Sem carro próprio, Westonne também recorre ao meio para circular na cidade e até entregar currículos. "Ainda estou desempregado. Tenho que me virar".


Oficina de mecânica

 

 

Data: 2, 9, 23 de junho e 7 e 14 de julho

Horário: das 9h às 12h

Local: Espaço Moinho de Vento (EQ 304/307, Conjunto C, Lote 1 – 

Santa Maria) Gratuito


*Estagiária sob supervisão de José Carlos Vieira

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade