Publicidade

Correio Braziliense

[Vídeo] Cão da PMDF encontra drogas escondidas em van abandonada

Local já é conhecido como ponto de tráfico de drogas. Cão Cobolt rapidamente farejou os entorpecentes escondidos


postado em 13/06/2019 23:30

A Polícia Militar do Distrito Federal encontrou quatro porções de maconha e uma de crack escondidas em uma van escolar abandonada em Taguatinga. A droga estava dentro de um dos bancos do veículo e só foi encontrada graças ao faro apurado de Cobolt, cachorro do Batalhão de Policiamento com Cães (BPCães).
 
Segundo a corporação, por volta de 18h desta quinta-feira (13/6), policiais observaram uma possível situação de tráfico de drogas no conjunto D2 da QNM 38. Uma mulher entregava R$ 10 a um homem, enquanto um terceiro suspeito se aproximava. Como o local já é ponto conhecido de venda de drogas, os oficiais decidiram fazer uma abordagem.
 
Rapidamente, Cobolt localizou os entorpecentes. A busca foi registrada pelos policiais. Além da van, também havia droga em um ônibus abandonado. Todos os suspeitos foram levados para a 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Centro) para registro de ocorrência. O homem que recebeu dinheiro foi autuado por tráfico de drogas e os demais foram qualificados como usuários.

Crack em Brazlândia

Na terça-feira, os cachorros do BPCães localizaram 90 pedras de crack enterradas na areia em Brazlândia. De acordo com a PM, oficiais em patrulhamento na quadra 58 da Vila São José, em Brazlândia avistaram um motorista conversando com um homem no que parecia uma negociação de venda de drogas.
 
Ao avistar os policiais, o homem saiu correndo e o motorista arrancou com o carro. Os militares iniciaram uma perseguição até que o suspeito parou na rua onde morava e tentou se esconder dentro de casa.
 
 A polícia conseguiu alcançá-lo e, dentro do veículo, localizaram crack, maconha e cocaína. Em uma lixeira em frente à residência, mais seis pedras de crack foram localizadas. Diante disso, os policiais acionaram o Batalhão de Policiamento com Cães (BPCães).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade