Publicidade

Correio Braziliense

Agências bancárias no Sudoeste são alvejadas e ficam com vidraças quebradas

De acordo com a polícia, imagens de segurança mostram uma pessoa disparando contra as agências de dentro de um carro


postado em 14/06/2019 14:10 / atualizado em 14/06/2019 16:37

Segundo a polícia, imagens mostram a aproximação de um carro e alguém, de dentro do veículo, atirando contra as vidraças(foto: PMDF/Divulgação)
Segundo a polícia, imagens mostram a aproximação de um carro e alguém, de dentro do veículo, atirando contra as vidraças (foto: PMDF/Divulgação)
 
Três agências bancárias localizadas na quadra 105 do Sudoeste amanheceram com as vidraças quebradas nesta sexta-feira (14/6). De acordo com boletim de ocorrência registrado na 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro Velho), o vandalismo ocorreu por volta das 23h dessa quinta-feira (13/6).

Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), os locais alvos de vandalismo foram agências do BRB, do Banco do Brasil e do Santander. Imagens de segurança da quadra mostram um veículo que parece ser um Fiat Uno e alguém de dentro dele disparando em direção as vidraças dos três bancos.

De acordo com a Polícia Civil do DF, não houve danos às agências. A corporação também informou que investiga a ação e que uma perícia para os locais já foi pedida. Como os bancários aderiram à greve-geral, os bancos não abriram nesta sexta-feira (14/6).
 
De acordo com o Banco do Brasil, a agência está funcionando em contingenciamento. "A unidade teve vidraças e uma porta que dá acesso à sala de autoatendimento danificadas, possivelmente por disparo de arma de fogo. O BB colabora com as autoridades policiais na elucidação do caso”, diz em nota.

Já o Santander informou que o funcionamento do local não afetado e que colabora com a polícia. "Em geral, já temos prestadores de serviço cadastrados em todas as cidades onde estamos que rapidamente atuam nessas trocas, reparos e manutenções", afirma a instituição financeira.
 
Em nota, o BRB diz ter registrado boletim de ocorrência e aguarda a conclusão da perícia, que analisa as imagens de segurança. Foram quebrados os vidros que dão acesso à agência e à sala de autoatendimento. "Contudo, a área foi isolada pela manhã e a agência funcionou normalmente durante todo o dia de hoje", finalizou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade