Publicidade

Correio Braziliense

Pichações no Guará ameaçam policiais militares de morte

A expressão "mata um PM" foi escrita com spray de tinta preto em uma viatura da PM e em muros do Guará. De acordo com a corporação, o caso será investigado pela Polícia Civil


postado em 17/06/2019 12:00 / atualizado em 17/06/2019 14:08

O caso será investigado pela Polícia Civil(foto: Divulgação/Whatsapp)
O caso será investigado pela Polícia Civil (foto: Divulgação/Whatsapp)

Pichações em muros do Guará e em uma patrulha da Polícia Militar ameaçam matança de policiais. A expressão "mata um PM" foi escrita com spray de tinta preto. De acordo com a corporação, o caso será investigado pela Polícia Civil.  A PM ainda informou que o carro amanheceu pichado no sábado (17/6), assim como os muros na região do Guará.


Por meio de nota, a PM informou que ainda não conseguiu localizar nenhum suspeito de ter cometido o crime. O Correio procurou a Divisão de Comunicação da Polícia Civil (Divicom) e aguarda retorno.
 
As pichações ocorreram no Guará(foto: Divulgação/Whatsapp)
As pichações ocorreram no Guará (foto: Divulgação/Whatsapp)
A Polícia Militar esclareceu que, conforme a Lei 9.605/1998, pichação é crime e tem pena de detenção de 3 meses a 1 ano, além de multa. Já o crime de ameaça é previsto no Código Penal. Quem for condenado, pode receber pena de detenção de 1 a 6 meses.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade