Publicidade

Correio Braziliense

Avó é condenada a 186 anos de reclusão por estuprar quatro netos

Os crimes teriam ocorrido antes de 9 de outubro de 2018 e foram praticados na região onde a família mora, no Recanto das Emas. A acusada cuidava dos netos enquanto a filha, mãe das crianças, trabalhava


postado em 18/06/2019 17:18 / atualizado em 19/06/2019 13:21

(foto: Thiago Fagundes/CB/D.A Press)
(foto: Thiago Fagundes/CB/D.A Press)
Uma mulher de 54 anos, avó de quatro netos com idades entre 1 e 6 anos, foi condenada a 186 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado. Ela é acusada de ter estuprado as crianças. Os crimes teriam ocorrido antes de 9 de outubro de 2018, de acordo com a acusação, e foram praticados na região onde a família mora, no Recanto das Emas. Segundo a denúncia, a acusada cuidava dos netos enquanto a filha, mãe das crianças, saia para trabalhar.

Umas das filhas da acusada, de 17 anos, desconfiou que a mulher estava lhe filmando nua. Para comprovar as suspeitas, procurou no celular da mãe as imagens e descobriu diversos vídeos e imagens dos sobrinhos. Após confirmar os abusos, ela contou para a irmã, mãe das vítimas.

A polícia foi acionada e recolheu o celular e o computador da mulher para análise. A perícia encontrou diversos arquivos que confirmaram os crimes. Além de produzir, fotografar, filmar e registrar cenas de sexo e pornografia envolvendo os quatro netos e a filha adolescente, ela manteve conjunção carnal com a criança mais velha, de 6 anos, e praticou atos libidinosos com as outras.

O promotor de Justiça Criminal que atuou no caso, Cláudio João Medeiros, relatou ter ficado impressionado com a crueldade dos crimes. Em razão dos traumas sofridos, as crianças e a mãe se submetem, atualmente, a tratamento psicológico.
 
Com informações do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade