Publicidade

Correio Braziliense

Confira a programação do Corpus Christi na Esplanada dos Ministérios

O trânsito na área central de Brasília sofrerá mudanças durante o evento religioso e será interditado no momento da procissão. A festividade começa às 6h, com a montagem do tradicional tapete; missa está marcada para as 17h


postado em 20/06/2019 06:00

Como nos anos anteriores, cerca de 600 jovens devem participar da confecção do tapete no gramado central (foto: Gustavo Moreno/CB/D.A Press)
Como nos anos anteriores, cerca de 600 jovens devem participar da confecção do tapete no gramado central (foto: Gustavo Moreno/CB/D.A Press)
Com o tema O amor de Cristo nos impele, a celebração de Corpus Christi deve movimentar a Esplanada dos Ministérios, nesta quinta-feira (20/6), com programação do nascer ao pôr do sol. Ao menos 5 mil fiéis são esperados pela Arquidiocese de Brasília. Além da tradicional confecção do tapete e a missa, haverá uma corrida, momentos de oração e a procissão.

A festividade tem início às 6h, com a chegada de aproximadamente 600 jovens de 18 pastorais e movimentos da Arquidiocese que vão trabalhar na montagem do tapete de 120 metros. Em seguida, haverá a corrida de Corpus Christi, com largada prevista para as 7h. Esta será a 4ª edição da corrida, que também contará com a modalidade caminhada e passeio com patins.

A programação na parte da tarde, a partir das 15h, no palco central, trará animações com momentos de oração, canto e atendimento de confissões. Às 17h, será iniciada a Santa Missa e, em seguida, a procissão com o Santíssimo Sacramento. O percurso será em torno do primeiro quadrilátero da Esplanada, em frente à Catedral Metropolitana. Na ocasião, serão concedidas três bênçãos. A primeira para os enfermos, a segunda pelos governantes e a terceira pelas famílias.

Empenho

Levantar da cama cedo, mesmo sendo feriado, pode ser um martírio para muita gente. No caso dos 600 jovens que participam da montagem do tapete, significa um ato de devoção. Os integrantes do Movimento Escalada, por exemplo, marcaram de chegar entre 6h e 7h, para garantir que o trabalho esteja pronto até as 15h, horário limite para o término da confecção.

“Geralmente dá para fazer com tranquilidade e ainda conseguimos ajudar em outros tapetes, pois muitos jovens do movimento também participam de outros grupos paroquiais. É um momento bem divertido, de colaboração e que todos ali estão empenhados para deixar a celebração a mais bonita possível”, conta Clara Costa, 23, integrante do Movimento Escalada.

Todos os desenhos precisam ser pré-aprovados por uma comissão da arquidiocese, que oferece parte do material para montar o tapete. “A gente faz até um concurso e seleciona o melhor desenho para ser o nosso tapete. Vários integrantes enviam as sugestões e a gente vota. Temos o maior orgulho de participar e sempre trazer novidade. Então quando não tem o material que precisa, nós mesmos levamos”, detalha Clara.

O padre João Firmino, pároco da Catedral Metropolitana, enfatiza a importância da celebração. “O tapete é a participação do povo nessa grande festa. Será um local onde as pessoas vão passar e agradecer pela vida, alegria e sofrimentos. É uma oportunidade de pedir forças e bênçãos para Cristo.”

Para saber mais

A festa de Corpus Christi é a celebração em que se comemora o Santíssimo Sacramento da Eucaristia. A data é celebrada sempre na quinta-feira seguinte ao Domingo da Santíssima Trindade.

A festa surgiu no século 18, na diocese de Liége, na Bélgica, por iniciativa da freira Juliana de Mont Cornillon, que teve visões nas quais Jesus pedia uma festa anual em honra do Sacramento da Eucaristia.

Em 1247, realizou-se a primeira procissão eucarística pelas ruas de Liége, como festa Diocesana, tornando-se depois uma festa litúrgica celebrada em toda a Bélgica. Em 11 de agosto de 1264, o Papa Urbano IV decretou a instituição da festa de Corpus Christi, mas a celebração só ganhou caráter universal no século XIV.

Em Brasília, desde 1961 celebra-se o Corpus Christi. No começo, uma pequena procissão saía da igreja Santo Antônio, na 911 Sul, e ia até a igrejinha Nossa Senhora de Fátima, 307/308 Sul. A partir de 1978, a solenidade passou a ser realizada na Esplanada dos Ministérios.
 
120m: É a extensão do tapete que será montado no gramado da Esplanada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade