Publicidade

Correio Braziliense

Ex-distrital Juarezão é velado em Brazlândia

Juarez Carlos de Lima Oliveira, 56 anos, morreu após sofrer um acidente na BR-080, na noite de sexta-feira (21/6). Ele deixa esposa e dois filhos


postado em 22/06/2019 11:00 / atualizado em 22/06/2019 11:32

(foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
(foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press)

Familiares, amigos e a comunidade de Brazlândia se despedem, neste sábado (22/6), do ex-deputado distrital Juarez Carlos de Lima Oliveira, o Juarezão. Aos 56 anos, ele morreu em um acidente próximo à Brazlândia, na BR-080, rodovia pela qual levantou a bandeira pedindo a duplicação das faixas. Uma missa em homenagem ao ex-parlamentar está marcada para as 15h30, no Santuário Menino Jesus de Brazlândia. O corpo será velado no mesmo local e o enterro será na manhã de domingo (23/6), no cemitério da cidade. 

 

Natural de Luziânia (GO), Juarezão se mudou para o Distrito Federal ainda na infância. Foi em Brazlândia onde ele cresceu, formou a família, se destacou como líder comunitário e conquistou o mandato de distrital, já que 83% dos votos recebidos vieram das urnas de Brazlândia. Nos quatro anos em que ocupou a cadeira na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Juarezão conquistou recursos e disponibilizou emendas parlamentares para construção de equipamentos públicos e investimento em maquinários para Brazlândia. Ampliação e reforma no Hospital de Brazlândia, abertura de nova UPA, criação de espaços de lazes e esporte, melhorias nas estruturas de escolas e em pavimentações públicas estão entre as mudanças durante a gestão. 

 

Na Casa, foi eleito vice-presidente da Câmara Legislativa. Após o afastamento da mesa diretora, Juarezão assumiu interinamente a presidência da CLDF, onde também atuou como Corregedor. Pelos distritais era conhecido pela fala marcante e habilidade apaziguadora. "Brazlândia perde um grande lutador e eu perco um amigo", resumiu o parlamentar Wasny de Roure. 

 

Quem também se pronunciou sobre a morte de Juarezão foi o vice-governador, Pacco Brito, que compareceu ao Hospital de Base, local onde o ex-deputado foi levado ainda com vida.  "É uma perda muito grande para uma pessoa que viveu política e saúde, especialmente para o Distrito Federal e Brazlândia. Perdeu a vida na BR-080, que pedimos a duplicação dela há bastante tempo", frisou Pacco, na ocasião. Por volta das 18h45, o ex-parlamentar bateu em uma carreta, na BR-080. Ele foi retirado das ferragens do carro e seguiu de helicóptero até a unidade de saúde. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o paciente foi transportado instável, com fratura de face, traumatismo craniano e fratura exposta. 

 

Juarezão ingressou, em 1982, na Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, foi administrador do Centro de Saúde da região e exerceu os cargos na administração da cidade, além de ter sido assessor especial do Governo do Distrito Federal. Juarezão era casado com a professora Rosângela Gomes de Araújo Oliveira e deixou dois filhos.  

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade