Publicidade

Correio Braziliense

Mulher que levou 16 facadas do marido está internada

Ivanilde Ferreira, 40 anos, foi internada em estado grave na tarde de ontem, no Hospital de Brazlândia. De acordo com familiares, ela se recupera bem. O autor das facadas cometeu suicídio


postado em 23/06/2019 16:16 / atualizado em 23/06/2019 17:10

Ivanilde e Manoel tinham três filhos e estavam junto há mais de 20 anos(foto: Reprodução/Facebook)
Ivanilde e Manoel tinham três filhos e estavam junto há mais de 20 anos (foto: Reprodução/Facebook)
 
Mesmo depois de levar 16 facadas do companheiro dentro de casa, em Brazlândia, a vítima da tentativa de feminicídio se recupera bem no hospital, afirmam familiares. A diarista Ivanilde Ferreira, 40 anos, foi socorrida pelas equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada ao Hospital de Brazlândia em estado grave. O crime aconteceu na tarde de sábado (22/6), na chácara onde ela morava com o marido e caseiro do local, Manoel Martirio, 45, no Núcleo Rural Alexandre Gusmão, Incra 6. Após esfaquear Ivanilde, o homem se matou enforcado em uma árvore. A 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia) investiga o caso. 

De acordo com familiares, o casal estava em processo de separação, mas ainda moravam em uma casa dos fundos da chácara, que funciona como um espaço de festas. O dono do local e patrão de Manoel contou à polícia que o funcionário estava transtornado com um suposto novo relacionamento de Ivanilde. Este seria o motivo que desencadeou uma discussão intensa entre a diarista e o caseiro, resultando na tentativa de feminicídio. 

Ao ser agredida, Ivanilde começou a gritar por ajuda. Uma das filhas do casal, que tem outros dois filhos, foi quem atendeu ao pedido. Segundo a jovem, após o pai dar várias facadas na mãe, na região principalmente do tórax, ele desceu em direção a uma mina de água no fundo da chácara e cometeu o suicídio. Ela também contou aos investigadores que Manoel teria tentado tirar a própria vida no dia anterior, ingerindo veneno, mas não conseguiu. A substância foi recolhida pela perícia para análise. O celular da esposa e a faca usada no crime não foram encontrados pela polícia.

Sem precedentes 


Juntos há mais de 20 anos, Ivanilde e Manoel eram considerados um casal tranquilo pelos mais próximos. Nas redes sociais, trocavam juras de amor, mas, nos últimos meses, iniciaram o processo de separação. "Ninguém sabe o motivo específico. Eles eram reservados e no relacionamento não tinha nenhum histórico de agressão. É um choque para todos nós uma situação dessas, nunca iríamos imaginar que o Manoel, uma pessoa tranquila e temente a Deus, faria isso", lamentou uma amiga íntima do casal, que não quis se identificar. 

As investigações para concluir o inquérito continuam. Familiares e a vítima devem prestar esclarecimentos à polícia nos próximos dias. Ivanilde segue internada, mas já está fora da unidade de terapia intensiva (UTI). O enterro de Manoel está agendado para hoje, mas a família não quis dar detalhes da cerimônia. "Estão todos muito abalados. Os filhos e a Ivanilde vão precisar de muita ajuda para superar isso tudo", completa a amiga. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade