Publicidade

Correio Braziliense

Mulher é acusada de furtar celular e é esfaqueada até a morte por idoso

O caso aconteceu na noite de domingo, em Planaltina. O homem esfaqueou a vítima em um bar, horas após uma discussão


postado em 24/06/2019 15:14 / atualizado em 24/06/2019 15:14

(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
Uma mulher foi morta a facadas após ser acusada de furtar um celular. O caso aconteceu na noite de domingo (23/6), no Bairro Jardim Roriz, em Planaltina. O suspeito, um idoso de 69 anos, acabou preso em flagrante pelo crime. A 31ª Delegacia de Polícia (Planaltina) investiga o crime como homicídio. A arma usada no assassinato e as roupas do homem foram apreendidas e encaminhadas para a perícia da Polícia Civil.

 

Em depoimento na delegacia, Raimundo Ademar Freitas contou aos agentes que havia se encontrado com a vítima, Ana Paula Andrade da Silva, por volta as 19h de domingo. Eles se conheciam e, por isso, a mulher foi até a casa do acusado pedir um prato de comida. Raimundo pediu para Ana Paula esperar na sala de estar da residência, também localizada no Jardim Roriz.

 

O homem relata que, ao retornar para o cômodo onde a vítima estava, notou que o celular dele não estava no local. Raimundo chegou a perguntar a Ana Paula se ela havia pego o aparelho, mas ela negou. Os dois se envolveram em uma discussão e a mulher decidiu ir embora.

 

Depois da briga, Raimundo foi encontrar um amigo em um bar, no Conjunto 5M da Quadra 5 do bairro Jardim Roriz. Por volta das 20h50, Ana Paula chegou ao estabelecimento, o que deixou o acusado irritado. Sem qualquer discussão, Raimundo pegou a faca e acertou um golpe contra a vítima, que morreu no local. 

 

Raimundo fugiu do bar para casa, no entanto, policiais o encontraram na porta da residência. Ele estava com a faca na cintura. Ele foi levado para a 31ª DP, onde foi constatado que o acusado já tem passagem por homicídio, em 2006. Nessa ocasião, ele também utilizou uma faca para acertar um homem, com quem havia discutido. 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade