Publicidade

Correio Braziliense

Homem de 40 anos é preso suspeito de estuprar meninas de 3 e 13 anos

O caso mais recente aconteceu em 17 de janeiro contra a vítima mais nova. Segundo a Polícia Civil, a criança relatou a mãe o abuso sofrido


postado em 24/06/2019 19:19

(foto: Cristiano Gomes/CB/D.A Press)
(foto: Cristiano Gomes/CB/D.A Press)

Um homem de 40 anos foi preso preventivamente, suspeito de estuprar duas meninas, uma de 13 e 3 anos. O caso mais recente aconteceu em 17 de janeiro. Na ocasião, a vítima foi a criança. Segundo a Polícia Civil, a criança relatou a mãe o abuso sofrido e a mulher procurou a Polícia Civil. Depois do depoimento dela, investigadores da 27ª Delegacia de Polícia (Recanto das Emas) instauraram inquérito. Ele foi preso nesta segunda-feira (24/6), na casa onde mora, no Setor Habitacional Água Quente, divisa do Recanto das Emas com Santo Antônio do Descoberto (GO).

 

O investigado é amigo da família. Segundo o delegado-chefe da 27ª DP, Pablo Aguiar, a criança de 3 anos tinha o costume de frequentar a casa do acusado para brincar com o filho dele. Após esse episódio, uma adolescente de 15 anos relatou à polícia, no dia 7 de junho, ter sido abusada duas vezes, quando tinha entre 12 e 13 anos.

 

Em uma das ocasiões, o acusado teria convidado a adolescente para ir a um córrego junto dele, da mulher e da filha. Mas, quando a vítima chegou ao local, o homem estava sozinho. "A vítima contou que lá o acusado passou a mão nos seios dela e no órgão genital. Ela disse que ficou assustada e pediu que ele parasse. O homem, então, teria pedido que ela não contasse o caso a ninguém", explicou o delegado.

 

Na segunda vez, o suspeito compareceu até a casa da vítima. Segundo o investigador, o acusado sabia que a adolescente estava cuindando do irmão mais novo e foi até lá para levar o filho. "Ele usou a desculpa de que levou o filho para brincar, mas, chegando até a residência dela, o homem colocou a vítima no colo e tentou tirar a roupa dela", contou Pablo.

 

Em 2000, o acusado teve um registro de ocorrência como autor de três abusos contra três crianças diferentes. O caso teria ocorrido em Santa Maria, mas acabou arquivado. 

 

Desta vez, ele será indiciado por estupro de vulnerável. Se condenado, pode pegar de 8 a 15 anos de prisão. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade