Publicidade

Correio Braziliense

Vídeo: Mais de 100 aves silvestres apreendidas pela Polícia Ambiental

Pássaros eram criados sem autorização no Gama. Dono do viveiro ilegal assinou termo circunstanciado e foi liberado


postado em 10/07/2019 23:13

A partir de uma denúncia, o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) localizou um viveiro ilegal na região da Ponte Alta, no Gama, na tarde desta quarta-feira (10/7). Ao todo, foram encontrados 120 pássaros silvestres e 184 gaiolas vazias prontas para serem utilizadas.
 
Os animais estavam em um galpão dentro de uma chácara, em área verde. O responsável pelo lugar chegou a correr para a mata fechada próxima, tentando esconder algumas gaiolas, mas os policiais conseguiram encontrá-lo. Questionado, ele negou que possuísse licença ambiental. Diante disso, assinou termo circunstanciado e foi liberado. ELe responderá por crime ambiental e, se considerado culpado, pode cumprir pena de seis meses a um ano de detenção.
 
A maioria das aves são canários-da-terra, famosos pelo canto forte e comumente mantidas como bicho de estimação. Os pássaros foram levados ao batalhão e de lá, serão encaminhados para o Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres (Cetas), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), onde será avaliado se poderão ser devolvidos à natureza.

Resgate do mico

Mais cedo, o BPMA resgatou um mico que estava preso junto ao motor de um carro em Sobradinho. O animal, que não é mais filhote, mas ainda não chegou à idade adulta, não apresentava lesão aparente e por isso foi devolvido ao habitat natural

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade