Publicidade

Correio Braziliense

Polícia Civil prende uma das principais quadrilhas de roubo de cigarros

"Estima-se que com a desarticulação da organização, haverá uma diminuição em quase 60% de roubos dessas cargas", afirmou o chefe da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos (DRRF), delegado Elianto Couto


postado em 11/07/2019 07:45 / atualizado em 11/07/2019 08:58

De acordo com o apurado, os integrantes dessa quadrilha foram responsáveis por diversos crimes de roubo de carga de cigarros no Distrito Federal e no Entorno(foto: Divulgação/PCDF)
De acordo com o apurado, os integrantes dessa quadrilha foram responsáveis por diversos crimes de roubo de carga de cigarros no Distrito Federal e no Entorno (foto: Divulgação/PCDF)

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (11/7) a Operação Polo e desarticulou um dos principais grupos criminosos responsáveis por roubos de cigarros e outras cargas no Distrito Federal e Entorno. Foram 11 pessoas presas, incluindo dois flagrantes por arma de fogo e carga de cigarros e oito mandados de busca e apreensão cumpridos nas cidades de Santa Maria, Novo Gama-GO e Valparaíso-GO.

A operação foi conduzida pela Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (CORPATRI). As investigações mostraram que os acusados haviam cometido uma série de roubos de cargas em diferentes regiões da capital nos últimos meses. De acordo com a Polícia Civil, toda o produto de roubo era revendido para receptadores de todo Distrito Federal.
 
Na operação, mandados também foram cumpridos nos estabelecimentos comerciais dos receptadores. "Estima-se que com a desarticulação da organização, haverá uma diminuição em quase 60% de roubos dessas cargas", afirmou o chefe da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos, (DRRF), delegado Elianto Couto. 
 
Um suspeito apontado como líder da organização criminosa foi morto há dez dias, em uma execução. "Há informações no sentido de que ele era integrante de umas das maiores facções criminosas do território brasileiro", informou a PCDF, em nota. Todos os alvos dos mandados possuíam antecedentes criminais, inclusive, por crimes de roubo e receptação.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade