Publicidade

Correio Braziliense

Caesb flagra ligação clandestina de água em 263 casas em Planaltina

Recurso hídrico furtado abastecia as casas do Condomínio Mestre D'Armas 2. Por conta da ligação ilegal, outras 200 residências em situação regular foram prejudicadas


postado em 11/07/2019 14:53 / atualizado em 11/07/2019 17:41

Caesb foi até o local nesta manhã para fazer fiscalização(foto: Caesb/Divulgação)
Caesb foi até o local nesta manhã para fazer fiscalização (foto: Caesb/Divulgação)
Uma fiscalização da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) encontrou, na manhã desta quinta-feira (11/7), uma ligação clandestina de água no Condomínio Mestre D'Armas 2, em Planaltina. A água furtada estava abastecendo aproximadamente 263 casas, enquanto outros moradores da região estavam ficando sem o recurso hídrico. 
 
Segundo o gerente de Vistoria e Fiscalização da Caesb, Geraldo Donizeth, o condomínio acessou a rede por meio da tubulação. "Eles colocaram uma peça, fazendo uma derivação de um ramal puxando água para abastecer a localidade", detalha. O consumo irregular de água no local gerou prejuizo de R$13 mil mensais. 
 
A ligação irregular acabou afetando cerca de 200 residências que eram abastecidas de forma regular pela Caesb, que ficaram sem água. "Eles começaram a reclamar. A gente já tinha uma suspeita que existia uma ligação irregular, porque havia as casas e elas não estavam no nosso cadastro", afirma Geraldo. 
 
Após constatada a irregularidade, a Caesb vai registrar um boletim de ocorrência na Polícia Civil para que sejam identificados os responsáeveis pela intervenção. Internamente, a Caesb abrirá processo administrativo para apurar a quantidade de água consumida, a despesa que a companhia está tendo para recuperar a rede, além de uma multa que pode variar entre R$ 1,6 mil a R$ 72 mil por imóvel.  Segundo a companhia, o consumo irregular de água no condomínio gerou prejuízo de R$ 13 mil mensais.
 
O Correio tenta contato com os moradores do condomínio pela Associação Comunitária dos Moradores do Setor Habitacional Mestre D'Armas de Planaltina (Ampla), mas os telefones disponíveis não funcionam. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade