Publicidade

Correio Braziliense

Criança de 7 anos liga para a polícia porque pai ameaçava a mãe, grávida

Mulher está grávida de 4 meses e foi ameaçada durante a madrugada. Homem não ficou preso por não se tratar de flagrante


postado em 11/07/2019 18:59 / atualizado em 11/07/2019 18:58

Homem usava caco de garrafa para ameaçar a ex-companheira, grávida de 4 meses(foto: Divulgação / PMDF)
Homem usava caco de garrafa para ameaçar a ex-companheira, grávida de 4 meses (foto: Divulgação / PMDF)

Na manhã desta quinta-feira (11/7), a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi chamada a Samambaia depois que um menino de 7 anos pediu socorro porque o pai estava sendo violento com a mãe. O homem de 38 anos ameaçava a ex-companheira, uma mulher de 39 que está grávida de 4 meses. Segundo a corporação, o garotinho ligou para o número 190 e aguardou na esquina de casa, na QR 619, a chegada dos policiais. 

 

O menino contou aos militares que, durante a madrugada, o pai havia quebrado o telhado e portas da casa, além de ameaçar a mãe diversas vezes com um caco de garrafa. Em seguida, ele levou os policiais até a residência. O agressor foi encontrado junto da vítima em um beco que dá acesso à casa. 

 

Nas roupas do homem, estava a garrafa quebrada. A vítima confirmou a história do menino e relatou que o ex-companheiro diversas vezes disse que a mataria e arrancaria o bebê dela. Ela afirmou ainda que o agressor é usuário de drogas - maconha, crack e rohypnol.

 

A ocorrência foi registrada na 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte). Apesar de terem sido requeridas medidas protetivas de urgência para a vítima, o homem não ficou preso, uma vez que a situação não configurava flagrante.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade