Publicidade

Correio Braziliense

Quatro homens são presos suspeitos de fazer arrastão em parada LGBT

Grupo estava com 16 celulares. Uma das vítimas reconheceu os assaltantes e disse que havia sido furtada durante o evento


postado em 15/07/2019 07:41 / atualizado em 15/07/2019 09:08

O grupo acabou preso com 16 celulares dentro de um carro(foto: PMDF/Divulgação)
O grupo acabou preso com 16 celulares dentro de um carro (foto: PMDF/Divulgação)
Quatro pessoas acabaram presas em flagrante, após realizar um arrastão na parada LGBTQI de Brasília, no domingo (14/7). O grupo foi abordado por uma viatura da Polícia Militar próximo da Torre de TV, após sair de carro da Rodoviária do Plano Piloto. 
 
O grupo estava em um Fiat Pálio preto e passava pela via N1 quando avistou um carro da PM. Como os jovens demonstraram nervosismo, os militares deram ordem de parada do veículo e iniciaram a abordagem. Não havia nada com os suspeitos, no entanto os policiais encontraram 16 celulares no interior do carro. 
 
Os militares quesitonaram o motivo de os jovens terem estarem com tantos celulares no automóvel, contudo eles não souberam responder. Em meio a ação e pesquisa sobre os aparelhos, uma vítima foi reconhecida. Ela informou que havia sido furtada durante o evento. 
 
Os jovens de 30 e 25 anos e dois de 26 acabaram presos. Eles foram encaminhados para a 5ª Delegacia de Polícia (Área Central), onde foi registrada a ocorrência pelo furto dos aparelhos celulares.
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade