Publicidade

Correio Braziliense

Eclipse parcial da lua encanta brasilienses nesta terça; veja as fotos

Um grupo se reuniu na Praça dos Três Poderes para apreciar o fenômeno astronômico


postado em 16/07/2019 20:19 / atualizado em 16/07/2019 22:08

Ver galeria . 9 Fotos Minervino Junior/CB/D.A Press
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press )
O eclipse parcial da Lua deixou movimentada a Praça dos Três Poderes nesta terça-feira (16/7). Por quase três horas, os brasilienses testemunharam a lua cheia ter um de seus lados gradualmente apagado, até surgir completa novamente. O auge do espetáculo (veja na galeria acima) aconteceu às 18h30.

O espetáculo foi acompanhado por pessoas como a funcionária pública Ana Lúcia Matos, 57 anos, que levou o próprio telescópio para a Praça dos Três Poderes, acompanhada da filha Ana Laura Linhares, 10 anos. "Meu pai tinha essa tradição e cresci com essa paixão pela astrofísica", ressaltou Ana Lúcia.

O físico e presidente do Clube de Astrônomos de Brasília (Casb), Ricardo Melo, explicou que o eclipse acontece quando a Terra fica em uma posição entre o Sol e a Lua. Neste caso, o planeta acaba projetando sua sombra sobre o satélite natural, cobrindo parcialmente sua visão. 

Locais de observação

"A lua já nasceu eclipsada, ou seja, quando chegou ao alto já era visível o eclipse. Dois terços ficaram com sombra e um terço se manteve iluminado", explicou o físico, para quem as praças dos Três Poderes e do Cruzeiro são os melhores lugares da cidade para acompanhar esses fenômenos. 

"São locais em que qualquer ponto do horizonte leste fica limpo e dá para ver completamente. Quem perdeu, agora já sabe onde apreciar os próximos”, ressaltou. Este ano, ainda haverá mais um eclipse solar, semelhante ao ocorrido em 2 de julho (veja fotos abaixo), em dezembro.

Ver galeria . 8 Fotos Visão do Observatório de La Silla, ChileAFP
Visão do Observatório de La Silla, Chile (foto: AFP )

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade