Publicidade

Correio Braziliense

Obra de revitalização do Catetinho é finalizada

Reparos custaram R$ 40 mil. GDF pretende fazer intervenções no Complexo Cultural Praça dos Três Poderes e no Memorial dos Povos Indígenas a partir de agosto


postado em 17/07/2019 14:48 / atualizado em 17/07/2019 14:49

Catetinho foi a primeira residência oficial do ex-presidente Juscelino Kubitschek no DF(foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília)
Catetinho foi a primeira residência oficial do ex-presidente Juscelino Kubitschek no DF (foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília)
O Governo do Distrito Federal (GDF) entregou nesta quarta-feira (17/7) as obras de revitalização do Catetinho. Um dos projetos arquitetados por Oscar Niemeyer, o local foi a primeira residência oficial do ex-presidente Juscelino Kubitschek no DF e hoje é um dos pontos turisticos da capital. 
 
A restauração custou R$ 40 mil e ficou a cargo da Gerência de Conservação e Restauro da Subsecretaria do Patrimônio Cultural, em parceria com a Diretoria de Manutenção do Patrimônio e Espaços Culturais da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF. Entre os reparos, foi feita a revitalização dos jardins e espaços de grama e a reconstrução de todo os calçamento. Segundo o GDF, a obra foi o pontapé inicial para a entrega de equipamentos culturais restaurados e modernizados para o aniversário de 60 anos de Brasília. 
 
Com estrutura simples, feito de madeira, o Catetinho foi construido em 10 dias, em novembro de 1956. A edificação ficou conhecida como "Palácio de Tábuas". Quem visita o local pode conhecer a suíte presidencial, quarto de hóspiedes e a cozinha de JK, além de objetos e imagens sobre a história do Distrito Federal. 
 
O GDF afirma que, a partir de agosto, outros espaços, como o Complexo Cultural Praça dos Três Poderes e o Memorial dos Povos Indígenas vão passar por reparos. O objetivo é que até o aniversário de Brasília, em 21 de abril, os museus, as bibliotecas e os centros de cultura e memória sejam revitalizados. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade