Publicidade

Correio Braziliense

Não é golpe: GDF avisa que mensagens enviadas a inadimplentes são reais

Secretaria de Fazenda tem enviado conteúdos de cobrança por SMS e via e-mail para contribuintes com dívida de IPTU, IPVA e outras contas em aberto, mas órgão não encaminha boleto de pagamento


postado em 19/07/2019 20:16 / atualizado em 19/07/2019 21:25

Secretaria de Fazenda tem enviado mensagens sobre débitos, mas nunca encaminha boletos de pagamento(foto: Jorge Cardoso / Arquivo Agência Brasília)
Secretaria de Fazenda tem enviado mensagens sobre débitos, mas nunca encaminha boletos de pagamento (foto: Jorge Cardoso / Arquivo Agência Brasília)
O Governo do Distrito Federal (GDF) tem alertado os brasilienses de que as mensagens de cobrança enviadas por e-mail ou SMS não são vírus nem golpe. Os contribuintes em dívida com a Secretaria de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão (Sefaz) estão recebendo textos sobre débitos de IPTU, IPVA e outros tipos de contas em aberta com a Receita Federal.
 
Como alguns cidadãos têm desconfiado da medida, o órgão emitiu comunicado de que são mensagens verídicas, mas reforçou a necessidade do cuidado na conferência das informações. Apesas do envio das mensagens, a Sefaz não encaminha boletos de cobrança.

Nos avisos enviados aos brasilienses, são informados os débitos em atraso e as possíveis consequências do não pagamento, como a negativação do nome em virtude da inscrição em dívida ativa e possível envio a protesto. Para as empresas, há ainda o risco de cancelamento de benefícios fiscais. 

Os boletos para pagamento podem ser emitidos pelo site da Receita ou pelo aplicativo Sefaz. O cidadão também pode procurar presencialmente uma das agências da Secretaria de Fazenda ou postos do Na Hora para regularizar os débitos.
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade