Publicidade

Correio Braziliense

Presidiário é flagrado com drogas e dinheiro dentro do estômago na Papuda

Dentro do corpo dele havia 27 comprimidos de Rohypnol e R$ 1,6 mil em espécie


postado em 20/07/2019 12:05 / atualizado em 20/07/2019 19:23

(foto: PCDF/Divulgação)
(foto: PCDF/Divulgação)
Agentes penitenciários da Papuda flagraram um detento com 27 comprimidos de Rohypnol — medicamento usado para diminuir crises de ansiedade e distúrbios de sono — e R$ 1,6 mil, em espécie, dentro da barriga. O presidiário já estava sendo observado pelo Núcleo de Inteligência do Presídio, como suspeito de traficar drogas nas dependências da unidade prisional.

A abordagem foi feita durante o horário de visitas e banho de sol de sexta-feira (19/7), por volta das 15h, quando os agentes viram o detento entregando drogas e recebendo dinheiro em troca. Com ele estavam 10 pacotes de Rohypnol prontos para venda, totalizando 27 comprimidos. 

Ao passar pelo scanner corporal, foi constatado que em seu estômago, além dos entorpecentes, havia ainda a quantia de R$ 1,6 mil, que logo foram expelidos por ele.

Aos agentes, o homem assumiu que tinha, ao todo, 40 comprimidos e que o dinheiro seria da venda de 13 comprimidos da substância. O detento foi levado ao Instituto de Medicina Legal (IML), onde o perito médico-legista confirmou que não havia mais drogas no corpo dele.

O presidiário foi levado para a 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião) para o registro da ocorrência. O subsercretário do Sistema Penitenciário (Sesipe), delegado Adval Cardoso, contou que o homem passará por audiência de custódia, mas voltará para a cadeia. "Se condenado, a pena por tráfico vai de 5 a 15 anos de reclusão com agravante por ser o tráfico em unidade prisional, além da pena administrativa e transgressão disciplinar".  As drogas e a quantia em dinheiro foram apreendidas. 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade