Publicidade

Correio Braziliense

Sobe para 7 número de mortes por H1N1 no Distrito Federal

Em igual período do ano passado, a Secretaria de Saúde havia registrado quatro óbitos


postado em 27/07/2019 13:44

Ao todo, 16 pessoas morreram devido a gripe na capital este ano(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Ao todo, 16 pessoas morreram devido a gripe na capital este ano (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

A Secretaria de Saúde confirmou mais uma morte por H1N1 no Distrito Federal. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela pasta nessa sexta-feira (26/7), sete pessoas morreram por causa da doença até 20 de julho. O número é 75% maior do que os registros de igual período do ano passado, quando ocorreram quatro óbitos.  

Ao todo, 16 pessoas morreram devido a gripe na capital, sendo 43,7% por H1N1. O número de casos da doença também subiu em comparação ao ano passado. Em 2019, as unidades de saúde da capital registram 71 casos, contra 62 no ano passado, um aumento de quase 15%.  

Segundo o boletim epidemiológico, a última morte por H1N1 foi de uma criança de três anos de idade. O relatório informa que a vítima não tinha “outro fator de risco conhecido” e que não havia tomado a vacina contra a influenza.  

A primeira morte confirmada pela Secretaria de Saúde aconteceu em 30 de abril, no Hospital Home, na 613 Sul. Uma idosa de 83 anos apresentou sintomas da doença seis dia após voltar de uma viagem ao Rio de Janeiro. Ela passou 26 horas internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade