Publicidade

Correio Braziliense

Médico é preso por estupro de vulnerável em Taguatinga Centro

O profissional estava trabalhando da Unidade Mista de Saúde da região quando agentes cumpriram o mandado de prisão condenatório


postado em 08/08/2019 17:26 / atualizado em 08/08/2019 17:27

(foto: Valdo Virgo/CB/D.A Press)
(foto: Valdo Virgo/CB/D.A Press)
Um médico de 53 anos, servidor da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, foi preso preventivamente na última segunda-feira (5/8) pelo crime de estupro de vulnerável. Gilmar Pereira Falcão estava trabalhando na Unidade Mista de Saúde de Taguatinga Centro, quando os agentes o levaram algemado.

O mandado de prisão condenatório foi expedido pelo juiz Valter André de Lima Bueno Araújo, em cumprimento à pena, já imposta, de 10 anos e 11 meses de prisão. Como o crime envolve vítima com menos de 14 anos, o processo corre em segredo de Justiça.

Gilmar está inscrito tanto no Conselho Regional de Medicina (CRM) do Distrito Federal quanto no de Goiás. Em ambos, a situação encontra-se regular. No DF, ele está inscrito desde 1999, enquanto no estado vizinho, desde 2010. Em nota, a pasta de Saúde frisou que "o servidor foi preso por questões pessoais, que não são do conhecimento da Secretaria".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade