Publicidade

Correio Braziliense

Profissionais que participaram da cirurgia de Lis e Mel são homenageados

A Secretaria de Saúde homenageou os mais de 50 profissionais que acompanharam as gêmeas desde a gestação


postado em 16/08/2019 17:55 / atualizado em 16/08/2019 19:27

Mel e Lis nasceram em 1º de junho de 2018, no Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib)(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Mel e Lis nasceram em 1º de junho de 2018, no Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib) (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Os mais de 50 profissionais de saúde que participaram da cirurgia de separação das gêmeas siamesas Mel e Lis receberam uma homenagem da Secretaria de Saúde na tarde desta sexta-feira (16/8). A operação foi realizada com sucesso em 27 de abril, no Hospital da Criança de Brasília José Alencar.

Estiveram na solenidade o governador em exercício, Paco Britto; o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, e representantes das instituições que acompanharam todos os procedimentos realizados por hospitais públicos do Distrito Federal. 

"É uma imensa alegria ver que as gêmeas estão bem e com saúde. Todos que participaram desse processo demonstraram a capacidade que todos os profissionais da rede têm de fazer esse trabalho e mostrar para o Brasil e o mundo que o DF têm profissionais de qualidade", disse o secretário Okumoto.

Para o governador em exercício, Paco Britto, o resultado não poderia ser diferente. "Todos os profissionais são exemplos pelo o que fizeram. Dois dos meus três filhos são estudantes de medicina e vocês são exemplo para eles. Brasília é a capital do futuro", afirmou.

Cheias de energia, Mel e Liz, passaram toda a solenidade arrancando risadas dos convidados.  Os pais, Camilla Vieira, 25, e Rodrigo Aragão, 30, aproveitaram a ocasião para agradecer a todos os envolvidos. "Obrigada por todo o que fizeram por nós. Agora, vocês fazem parte da nossa família", declarou emocionada a mãe das gêmeas.

Ao final do evento foi apresentado o documentário Vidas ligadas: um desafio para a ciência, que conta a história da gêmeas, produzido pela Caravela Filmes. Este é o primeiro caso de gêmeos craniópagos (unidos pelo crânio) registrado no DF.
 
 
 

Relembre o caso

Mel e Lis nasceram em 1 de junho de 2018 no Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib). Em 27 de abril passaram pela cirurgia de separação no Hospital da Criança. Foram 20 horas de procedimento. A rápida e
recuperação surpreendeu os médicos.  

Em 21 de maio, Mel recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e foi visitar a irmã, após 23 dias distantes desde a cirurgia. Dias depois, em 27 de abril, Liz saiu da UTI. A alta do hospital foi em 3 de junho.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade