Publicidade

Correio Braziliense

Polícia Civil investiga morte de gerente de restaurante

Robert Alsteen foi encontrado com marcas de tiros no rosto em Luziânia na última segunda-feira (19/8)


postado em 20/08/2019 15:12 / atualizado em 26/08/2019 14:25

Robert foi o primeiro colaborador e garçom do El Paso Texas. Além do funcionário mais antigo, colecionou amigos e era tratado com muito carinho pelos colegas e clientes(foto: Reprodução/Facebook)
Robert foi o primeiro colaborador e garçom do El Paso Texas. Além do funcionário mais antigo, colecionou amigos e era tratado com muito carinho pelos colegas e clientes (foto: Reprodução/Facebook)
A Polícia Civil de Goiás investiga a morte de um homem que foi encontrado em Luziânia, na manhã da última segunda-feira (19/8). A vítima, Robert Alsteen, 46 anos, era garçom e gerente do restaurante mexicano El Paso Texas, na Asa Norte. De acordo com a assessoria de comunicação da corporação, ele estava com duas marcas de tiros no rosto.

O filho de Robert, Gabriel Alsteen, 24 anos, balconista de drogaria, disse ao Correio que o pai era um homem maravilhoso e, que "se ele tinha um pecado, era a confiança na bondade das pessoas". "Ele é minha maior inspiração. Minha filha, de 9 anos, não para de chorar pela perda do avô", contou. 

Enquanto espera as investigações, Gabriel acredita que o pai tenha sido vítima de execução ou ganância. "Ele sempre foi um ótimo homem e bastante caridoso. A justiça tem que ser feita, pois meu pai não merecia isso", disse. 

Agentes da Polícia Civil de Luziânia informaram que a operação está em andamento e que a perícia no local onde aconteceu o crime ainda está sendo feita. A corporação está ouvindo algumas testemunhas para chegar ao autor dos disparos. Por meio da assessoria, a Policia disse ainda que não pode divulgar mais informações devido às investigações ainda estarem ocorrendo.

Robert foi o primeiro colaborador e garçom do El Paso Texas. Além de funcionário mais antigo, colecionou amigos e era tratado com muito carinho pelos colegas e clientes. O restaurante informou que não vai se pronunciar.

Nas redes sociais, o dono do El Paso, David Lechting, homenageou o amigo de longa data. "Vou te lembrar sempre Robert! Nossas conversas, nossas brigas e nossa grande vontade de que o El Paso fosse um grande restaurante. Nós conseguimos, Robert! Você continuará sempre do lado da gente. Descansa em paz, meu querido garçom, meu adorado gerente, meu grande amigo", declarou.

Robert foi enterrado nesta terça-feira (20/8) no Cemitério do Gama. As unidades do restaurante El Paso da Asa Sul e Asa Norte decretaram luto e não abriram hoje. 
 
*Estagiária sob supervisão de Roberto Fonseca 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade