Publicidade

Correio Braziliense

Floresta Nacional de Brasília ganha caixa d'água de 80 mil litros

A medida visa abastecer as aeronaves de combate a incêndio de forma mais rápida. A estrutura está montada ao lado da pista de pouso e decolagem


postado em 21/08/2019 19:24 / atualizado em 22/08/2019 08:20

Incêndio em 2017 na Floresta Nacional de Brasília (Flona)(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
Incêndio em 2017 na Floresta Nacional de Brasília (Flona) (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
 
 
Em meio a seca, a Floresta Nacional de Brasília (Flona) recebeu um reservatório de água com capacidade para armazenar 80 mil litros. A estrutura está montada ao lado da pista de pouso e decolagem construída na Unidade de Conservação. A caixa d’água vai possibilitar abastecer com mais rapidez e de forma mais econômica os aviões do Corpo de Bombeiros para combate de incêndios florestais.

Antes as aeronaves, que têm tanque com capacidade para transportar 3,2 mil litros de água, eram abastecidas prioritariamente no Aeroporto Internacional de Brasília. Outra alternativa é a Pista do Botelho, em São Sebastião, onde já existe uma caixa de 20 mil litros também doada pela Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb).

A instalação de reservatórios em áreas de proteção ambiental é uma parceria entre a Caesb, o Corpo de Bombeiros e a Secretaria do Meio Ambiente e faz parte das ações preventivas de combate aos incêndios florestais previstas no Plano de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (PPCIF) do DF. 

Com os reservatórios localizados em áreas estratégicas, serão economizados tempo e combustível de aviação, além de evitar que o avião de combate a incêndio fique sujeito ao tráfego aéreo e atrase o combate ao fogo.

Além do reservatório da Flona, outras duas caixas d’água já foram instaladas: uma de 40 mil litros, na APA Gama-Cabeça de Veado, e a outra, com a mesma capacidade, na Estação Ecológica do Jardim Botânico/IBGE. Até o fim do mês, será instalada mais uma, na Área Alfa da Marinha.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade