Publicidade

Correio Braziliense

Corpo de Bombeiros realiza transporte de coração de Santa Catarina ao DF

O órgão veio de uma paciente morador de Joinville (SC)


postado em 22/08/2019 10:49 / atualizado em 22/08/2019 17:53

Ação de sucesso foi comemorada pelos bombeiros(foto: Divulgação/CBMDF)
Ação de sucesso foi comemorada pelos bombeiros (foto: Divulgação/CBMDF)
 
O Corpo de Bombeiros Militar realizou nesta quinta-feira (22/8) o transporte de um coração vindo de Santa Catarina para Brasília, em uma operação de apoio ao Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF). O paciente doador tinha 24 anos e era da cidade de Joinville (SC).
 
O coração chegou a Brasília por volta das 6h40. Uma mulher de 44 anos recebeu o órgão ainda durante a manhã. A cirurgia foi considerada um sucesso e ela passa bem.  
 
Em nota, o CBMDF comemorou o sucesso da operação e afirmou que o encadeamento das ações de cada instituição é fundamental para o sucesso do transplante. "O CBMDF se orgulha de fazer parte dessa corrente em prol de algo tão nobre", celebrou.
 
Em 2019, o ICDF realizou 23 transplantes cardíacos, contando com o realizado na manhã de hoje. O instituto é referência em alta complexidade cardiovascular e transplantes na região Centro- Oeste, sendo o único a realizar transplante cardíanco no Distrito Federal. 

Transplantada rápida

Coordenador do transplante do Instituto de Cardiologia, Marcelo Botelho Ulhoa explicou que a paciente transplantada entrou na fila para receber o órgão em 13 de agosto. Depois de nove dias, conseguiu o doador compatível. "A operação durou 2h40 e a paciente seguiu para recuperação", frisou.

Só neste ano, o Instituto do Coração transplantou o 23º órgão. Em todo o funcionamento da unidade de saúde, já foram mais de 200. "Infelizmente ainda temos uma cultura de não ter doação e isso impacta na vida do doente. O processo envolve vários outros órgãos, como a Força Aérea Brasileira (FAB), a Secretaria de Saúde, a Polícia Militar ", enfatizou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade