Publicidade

Correio Braziliense

Crianças entre 6 meses e 1 ano devem tomar vacina contra sarampo no DF

Nesta semana, a Secretaria de Saúde confirmou três casos de brasilienses infectados por sarampo


postado em 23/08/2019 09:10 / atualizado em 23/08/2019 09:18

A vacina pode ser encontrada em todos os postos de saúde do Distrito Federal(foto: Marcelo Camargo/Agencia Brasil - 18/8/18 )
A vacina pode ser encontrada em todos os postos de saúde do Distrito Federal (foto: Marcelo Camargo/Agencia Brasil - 18/8/18 )

Crianças de 6 meses a 1 ano de idade começam a ser vacinadas contra o sarampo. No Distrito Federal, há 14 mil meninos e meninas nessa faixa etária. A expectativa da Secretaria de Saúde é de que a maioria receba a “dose zero” da tríplice viral. O nome da proteção se deve ao fato de ela só ser aplicada a partir de 1 ano, mas o governo antecipará como forma de proteção. Essa imunização, porém, não substitui nem é considerada válida no calendário nacional de vacinação. Significa que, quando ela atinge 1 ano, precisa tomar a primeira dose válida e, com 1 ano e três meses, deve receber a tetra viral. A proteção continua sendo contraindicada para crianças de menos de 6 meses, gestantes e imunodeprimidos.

A ação de antecipar a vacina em crianças tem relação com o surto da doença em diversas unidades federativas. Nesta semana, a Secretaria de Saúde confirmou três casos de brasilienses infectados por sarampo. Eles contraíram a doença em São Paulo. Outros cinco estão em investigação. Em todo o país, são 1.388 diagnósticos confirmados desde a primeira semana de 2019.

Enfermeira da área de imunização da Vigilância Epidemiológica, Rosa Maria Mossri destaca a importância de os pais imunizarem as crianças. “É importante a adesão para evitar o adoecimento dos seus filhos, bem como suas complicações e o surgimento de novos casos de sarampo no DF”, explica.

Atualmente, estão disponíveis 19 mil doses da tríplice viral no estoque da Secretaria de Saúde, fornecidas pelo Ministério da Saúde. Para garantir um bloqueio adequado, a meta é atingir 95% do público-alvo. Até o primeiro semestre do ano, a imunização atingiu 84,4% da população infantil.

Distribuição

Ainda não há uma campanha de vacinação específica na capital. No entanto, os surtos em São Paulo, que concentra 99,5% das confirmações, têm levado mais pessoas a procurarem os postos de saúde. A distribuição mensal da tríplice viral, segundo dados do setor, é de 12 mil doses. Com o alerta, o número subiu para 17 mil, somente na primeira quinzena de agosto.

A vacina contra o sarampo é encontrada em todos os postos de saúde. Pessoas entre 1 e 29 anos e que não foram vacinadas anteriormente, ou que não têm como comprovar a imunização, recebem duas doses da tríplice viral, com intervalo de 30 dias entre elas. Para quem tem entre 30 e 49 anos, é aplicada uma dose. Após essa idade, o Ministério da Saúde não disponibiliza as vacinas.

14 mil
Crianças de 6 meses a até 1 ano que devem ser vacinadas contra o sarampo
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade