Publicidade

Correio Braziliense

Pais procuram menina de 13 anos desaparecida em Taguatinga

Jovem mora no Assentamento 26 de Setembro e foi vista pela última vez em frente ao CEF 15


postado em 18/09/2019 23:20 / atualizado em 19/09/2019 00:21

Família procura adolescente que desapareceu na tarde desta quarta-feira (18/9)(foto: Arquivo Pessoal)
Família procura adolescente que desapareceu na tarde desta quarta-feira (18/9) (foto: Arquivo Pessoal)
Moradores do Assentamento 26 de Setembro procuram por uma adolescente de 13 anos que desapareceu na tarde desta quarta-feira (18/9). Júlia Santos foi vista pela última vez com amigos em Taguatinga. Segundo a família, por volta de 13h, ela saiu da escola particular em que cursa o 9º ano e caminhou cerca de 3 km até o Centro de Ensino Fundamental 15, na companhia de uma amiga.
 
Foto feita por colegas mostra como Júlia foi vista pela última vez(foto: Arquivo Pessoal)
Foto feita por colegas mostra como Júlia foi vista pela última vez (foto: Arquivo Pessoal)
A vizinha e amiga da família, a secretária Renata Coelho, 37 anos, explica que no ano passado Júlia estudou na unidade de ensino e queria rever os antigos colegas. “As meninas nem chegaram a entrar na escola, ficaram na porta conversando. De lá, a amiga dela foi embora e foi a última notícia que tivemos da Júlia”, narra.
 
Ela afirma ainda que a jovem sempre volta para casa em uma van de transporte escolar, mas, como a garota não estava no colégio em que estuda, o motorista da empresa foi embora sem ela. “Ela nunca fez nada do tipo. A Júlia nunca nem andou de ônibus.” Colegas fotografaram a adolescente nesta quarta-feira, em frente ao CEF 15. Na imagem, Júlia aparece vestindo shorts, blusa de manga comprida, tênis brancos, um casaco azul amarrado na cintura e a mochila com os materiais escolares nas costas.
 
Júlia costuma chegar em casa às 13h30 e, como não apareceu, os pais se preocuparam. A mãe conversou com a amiga que viu a filha pela última vez, mas as duas não estavam juntas. O pai, pediu o carro do esposo de Renata emprestado e foi até a escola atrás de notícias, mas sem sucesso. 
 
Eles registraram ocorrência junto à 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul). Quem tiver informações sobre o paradeiro de Júlia, pode entrar em contato pelo disque-denúncia da Polícia Civil pelo número 197, ou diretamente com a família: 9.8237-9518 ou 9.9249-7346

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade