Publicidade

Correio Braziliense

Sobradinho: ação reúne artistas e comunidade para ajudar famílias carentes

Ação filantrópica de Sobradinho reúne artistas e comunidade para recolher alimentos, roupas e brinquedos que serão destinados a instituições que prestam assistência a família carentes


postado em 04/10/2019 06:00

Famílias fazem filas no Parque Marajó para receberem as cestas básicas(foto: Icons/Divulgação)
Famílias fazem filas no Parque Marajó para receberem as cestas básicas (foto: Icons/Divulgação)
Promover, coordenar e garantir os princípios fundamentais da cidadania são alguns dos objetivos do Instituto Contexto Social (Icons). Há cinco anos, a organização sem fins lucrativos trabalha na promoção e no fomento do crescimento social, extinguindo as barreiras de raça, cor, idade ou classe. A organização não governamental (ONG) que atua em Sobradinho promove, anualmente, ações voluntárias em regiões do Distrito Federal e Entorno, como entrega de cestas básicas, brinquedos, roupas e calçados para instituições de caridade.


Pelo terceiro ano consecutivo, os mais de 50 amigos e voluntários do instituto se reunirão para um desafio do bem: a Fogueira Solidária dos Amigos. O evento, que ocorre neste sábado (5), das 19h às 22h, na sede do Instituto Contexto Social, no Condomínio Mansões Entre Lagos (Sobradinho), tem o propósito de divulgar a causa social, a missão e os projetos, além de captar recursos, doadores e voluntários. A meta é arrecadar 407 cestas básicas, além de material escolar, brinquedos, roupas e sapatos. “Qualquer organização que lute pela cidadania está fazendo uma mudança dentro da sociedade. É mais que um gesto de caridade, mas, também, de responsabilidade”, destaca o fundador e presidente do Icons, Paulo Pedersolli.

Os produtos serão destinados à Rede Solidária Anjos do Amanhã, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) e ao Grupo Espírita Trabalhadores da Caridade do Parque Marajó, em Valparaíso (GO). Durante um ano, o grupo se dedica intensamente para atingir a meta das arrecadações. Os itens são entregues em 21 de dezembro, e a data não é por acaso. “É um dia próximo do Natal. Muitas famílias não teriam nem o que comer na celebração. Quando elas nos veem chegando com as cestas, os olhos brilham. Dá para saber que estavam nos aguardando ansiosamente”, afirma Pedersolli.

Na cesta básica tem um pouco de tudo: arroz, feijão, café, floco de milho, açúcar, biscoito, entre outros. Mais de 200 famílias serão beneficiadas, cerca de 1 mil pessoas. No grupo de caridade do Parque Marajó, por exemplo, há uma lista de familiares cadastrados. Para receber os produtos, elas têm de apresentar a carteira de identidade e chegam a fazer imensas filas.

Além da ética, transparência, compromisso e respeito às diferenças, o instituto preza pela independência. Sem vínculo financeiro com o governo, a própria organização busca viabilizar as doações. É uma espécie de empreendedorismo social, segundo o presidente do Icons. “Nós contamos muito com a ajuda da população, mas também não ficamos de braços cruzados, esperando bater em nossa porta. Juntos, fazemos camisetas com designers diferentes para vender, ou rifas. Isso nos ajuda a custear os produtos”, destaca.
 
Fogueira Solidária dos Amigos conta com apresentações musicais, comida e diversão(foto: Icons/Divulgação)
Fogueira Solidária dos Amigos conta com apresentações musicais, comida e diversão (foto: Icons/Divulgação)
 

Cunho social

A servidora pública Noelza Helena dos Santos, 56 anos, é voluntária do instituto há cinco anos. Para ela, participar de ações de cunho social é indispensável. “É muito gratificante você fazer o bem a alguém sem querer nada em troca. Vejo muita gente falando: ‘Vou ajudar, porque quero receber de volta’. Mas não tenho isso. Sou rica de alegria e paz. Isso que importa”, ressalta.

Frequente assídua nos eventos da organização, ela não vê a hora em participar da Fogueira Solidária dos Amigos. “Estou presente todos os anos. Dessa vez, vou preparar um caldo para deixar à disposição do pessoal. E, claro, convidar os amigos e parentes”, diz.

Desde os 20 anos, Alexandre Magno, 63, tem como lema de vida ajudar o próximo. A paixão por projetos voluntários começou ainda na juventude e perdura até hoje. No instituto, contribui na distribuição de cestas básicas e recolhe roupas e materiais escolares que serão destinados às crianças. “É difícil a sociedade colaborar com o outro. O governo, principalmente. Ajudar quem precisa nunca é demais”, enfatiza. Magno também coordena um projeto de aulas de inglês para crianças carentes na Estrutural. A disciplina é ministrada pelas manhãs, no Centro Educacional 1 da Estrutural (CED 1), e recebe mais de 200 alunos.

*Estagiária sob supervisão de José Carlos Vieira

Saiba mais

Música e paz
Esta é a terceira edição do evento Fogueira Solidária dos Amigos, que será promovida neste sábado (5), das 19h às 22h, na sede do Instituto Contexto Social, no Condomínio Mansões Entre Lagos (Sobradinho). A programação conta com apresentações musicais dos cantores Nahla (jazz, MPB e soul), JP França (MPB, samba, reggae, rock e jazz), Hermézio Serrano (MPB regional) Tiago Martins (MPB e blues), Renato Lentini e Josiane Fernandes (blues e rock) e Lúcia França (bossa, samba e seresta). 

Além disso, os participantes terão à disposição uma mesa de caldos variados, arroz carreteiro, estrogonofe e salgadinhos. Também serão feitas rifas solidárias. O ingresso é uma cesta básica ou um 1kg de alimento não perecível. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade