Publicidade

Correio Braziliense

Confraternização do bem: Feijão Solidário chega à 13ª edição

Décima terceira edição do evento beneficente Feijão Solidário convida a população do Distrito Federal a contribuir com instituições sociais que beneficiam crianças e idosos. Tradicional feijoada terá apresentações especiais de samba


postado em 09/10/2019 06:00

Em 16 anos de ações, Correio Solidário favoreceu 30 instituições sem fins lucrativos e alcançou 30 mil crianças(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Em 16 anos de ações, Correio Solidário favoreceu 30 instituições sem fins lucrativos e alcançou 30 mil crianças (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
“Deus vai mandando anjos para nos ajudar”. É assim que Hellen Louise Mota, presidente do Centro Comunitário da Criança, em Ceilândia, define o apoio que a instituição recebe de doadores. Neste mês, essa e outras entidades sociais se preparam para um evento que tem como objetivo amparar projetos voltados a crianças e idosos do Distrito Federal. O programa Correio Braziliense Solidário vai promover em 26 de outubro a 13ª edição do Feijão Solidário, tradicional feijoada beneficente que faz parte das suas ações de captação de recursos. Além da comida boa e do ambiente de confraternização, haverá apresentações musicais que abraçam a felicidade do samba.


O Correio Solidário está no 16º ano de ações no DF. Nesse período, favoreceu mais de 30 instituições sem fins lucrativos e alcançou pelo menos 30 mil crianças. Associações como o Centro Comunitário da Criança foram beneficiadas e puderam continuar projetos de sucesso, como conta Hellen. “O programa é sempre uma ajuda muito grande para  nós, porque a parceria vai além do recurso financeiro. É uma valorização, um ato de acreditar que conseguimos transformar o mundo ajudando nossas crianças.”

Para a diretora, eventos como o Feijão Solidário parecem simples ao primeiro olhar, mas causam grandes impactos. “O participante sabe que vai ajudar alguém, mas não sabe a dimensão. Recebemos crianças cuidadas pelos vizinhos, que os pais estão presos ou são usuários de drogas, por exemplo. São diferentes casos, com muitas mazelas. Mas os auxílios que recebemos mudam vidas, principalmente porque o que recebemos vem de coração”, descreve. O carinho em relação ao programa Correio Solidário vem desde os primeiros anos da iniciativa, que começou em 2003, inspirada por uma ação similar adotada no jornal Estado de Minas há 56 anos.

A feijoada é "assinada" pelo chef Nilson Favacho, que hoje está no Restaurante Capim Dourado, e conta com o apoio da equipe do Restaurante Oliver, de Rodrigo Freire e dos alunos do curso de gastronomia do IESB, com coordenação do chef Sebastian Parasole, para sua produção. A parte musical fica por conta do grupo de samba Arte Batuque, com Ferreirinha Partideiro, e da participação de Kris Maciel. A organização espera 700 pessoas para a edição deste ano. O local escolhido, o Minas Hall, também favorece o clima agradável da confraternização. Uma das presentes no evento será Cynthia Araújo, diretora pedagógica da associação Nossa Senhora Mãe dos Homens, em Samambaia. “Temos ajuda do governo para continuar nossos trabalhos, mas os recursos são insuficientes; então, parcerias como a do Correio Solidário contribuem”, diz.

Orgulho

A instituição fundada em 1996 atende a 157 crianças de 2 a 4 anos em horário integral. “Muitos pais moram em quadras até distantes da creche, mas fazem questão de levar os filhos, porque acreditam na nossa proposta educacional”, comenta Cynthia. Para que o trabalho continue sendo bem-feito, as instituições contam com doações e apoios diversos. “Nos últimos anos, inauguramos mais três salas e dois banheiros com ajuda do Correio Solidário. Isso faz com que a gente forneça um serviço melhor, para mais pessoas e com mais acolhimento. É por causa disso que colhemos frutos como o que aconteceu recentemente: um dos nossos primeiros alunos voltou à creche para nos convidar à formatura do curso de direito. Essas coisas nos enchem de orgulho”, comemora.

Feijão Solidário

26 de outubro, sábado

» Das 13h às 17h
» Minas Hall – Setor de Clubes Esportivos Norte (SCEN), Trecho 3
» Ingressos limitados
» Censura livre
» Informações: 3214-1422 / 3214-1401 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade