Publicidade

Correio Braziliense

Adolescente morre após tentar assaltar posto de combustível em Ceilândia

Ele estava com dois comparsas, que ficaram feridos após um cliente do estabelecimento reagir a tentativa de assalto


postado em 11/10/2019 08:01 / atualizado em 11/10/2019 11:35

O carro usado para a ação do três adolescentes foi encontrado na QNM 38, em Ceilândia, com manchas de sangue(foto: Divulgação/PMDF)
O carro usado para a ação do três adolescentes foi encontrado na QNM 38, em Ceilândia, com manchas de sangue (foto: Divulgação/PMDF)
Um adolescente morreu e dois ficaram feridos após tentarem assaltar um posto de combustíveis em Ceilândia, na madrugada desta sexta-feira (11/10). Segundo a Polícia Militar, um cliente, que ainda não foi identificado, presenciou a ação do trio e reagiu com disparos de arma de fogo.

Por volta das 1h, o frentista e o cliente estavam sentados quando os três adolescentes chegaram em um carro e os renderam. Segundos depois, o cliente reagiu. Dois suspeitos conseguiram fugir, o terceiro caiu no chão e morreu na hora. A Polícia Militar foi acionada pelos funcionários do estabelecimento.

Minutos depois, a dupla fugitiva foi encontrada e apreendida quando buscava atendimento médico no Hospital Regional de Ceilândia (HRC). Ainda não se sabe o estado de saúde do dois suspeitos.

O veículo usado no assalto foi encontrado na QNM 38, ainda durante a madrugada, com manchas de sangue. No interior do GM/Prisma a Polícia Militar apreendeu R$ 60, dois aparelhos celulares e um cigarro de maconha. A suspeitas é de que o adolescentes tenham roubado o carro de um motorista de aplicativo. A Polícia Civil acredita que mais dois adolescentes estejam envolvidos na tentativa de assalto. No entando, eles não foram identificados ainda. 

Tráfico de drogas

Às 8h30 desta sexta-feira (11/10) a Polícia Militar recebeu uma denúncia de um carro abandonado no conjunto i da QNM 24. Chegando no local, a corporação avistou uma adolescente, de 17 anos, vendendo drogas para um homem na rua. Ao abordarem a jovem, ela confessou ser traficante de drogas e disse que era irmã do rapaz que morreu na tentativa de assalto ao posto de combustível em Ceilândia. Segundo a Polícia Militar, ela não estava abalada pela morte do irmão.

"A preocupação dela era da mãe, que tinha acabado de receber notícias do filho que morreu, saber que a filha estava sendo presa por tráfico de drogas. Ela pediu muito para que a gente não chamasse a mãe dela", contou o soldado da PM Thiago Leite. Ela foi encaminhada para a Delegacia da Criança e do Adolescente 2 ( DCA 2).

Pelo roubo do carro, a polícia prendeu dois suspeitos. Eles estavam em uma casa próximo ao local onde a Ecosport foi abandonado. Na residência foi encontrado 3,5 kg de maconha, uma espingarda calibre .32 de fabricação caseira. A dupla foi encaminhada para a 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro). De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos não têm ligação com a adolescente. No entanto, eles se conhecem. 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade