Publicidade

Correio Braziliense

Fiéis movimentam Esplanada em devoção a Nossa Senhora Aparecida

Missa teve início às 17h, em frente a Catedral. Em seguida, acontece procissão com velas


postado em 12/10/2019 17:16 / atualizado em 12/10/2019 20:19

Fieis se reúnem para orações a Nossa Senhora Aparecida(foto: Minervino Júnior/CB/D.A Press)
Fieis se reúnem para orações a Nossa Senhora Aparecida (foto: Minervino Júnior/CB/D.A Press)
Depois da missa das crianças que ocupou o gramado central em frente à Catedral Metropolitana de Brasília, a Festa de Nossa Senhora Aparecida foi embalada com louvores, a Santa Missa e a procissão em devoção à santa, Padroeira do Brasil e de Brasília. A celebração foi presidida pelo Cardeal Arcebispo Dom Sergio da Rocha e teve início às 17h. Aproximadamente 50 mil fiéis participaram do evento, segundo a Arquidiocese de Brasília. 
 
Na organização, jovens ligados a movimentos de igrejas católica do Distrito Federal ajudaram com o que era necessário. A professora Grazi Rocha, 25 anos, estava hoje no apoio, trabalhando no ofertório. 
 
"A festa é importante para reafirmar a fé católica do povo brasileiro. O Brasil desde o começo da sua história cresceu sob o manto de Nossa Senhora Aparecida e eu estou aqui porque é a minha forma de servir a Deus a partir do meu grupo jovem e também de retribuir todo esse carinho e cuidado que ela tem com a gente", afirmou a professora, que faz parte do movimento jovem Escalada.
 
Na homilia, Dom Sérgio da Rocha relembrou a história de Nossa Senhora Aparecida e a vinda da imagem da santa antes mesmo da fundação da nova capital. "Ela veio antes com os candangos para ajudar a construir a casa que é a igreja, que é a capital. A mãe de Jesus, dos pescadores aflitos que a encontraram nas águas do rio, continua nos acompanhando". A aparição aos pescadores ocorreu no Rio Paraíba do Sul, em São Paulo, em 1717.  
 
Ver galeria . 8 Fotos Minervino Júnior/CB/D.A Press
(foto: Minervino Júnior/CB/D.A Press )
Após a missa, os devotos partiram em procissão solene, carregando velas que iluminavam a passagem da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Durante a caminhada, que deu a volta em dois quadrantes da Esplanada, passando em frente ao Congresso e à Catedral, foram feitas três paradas para bênçãos: aos doentes, governantes e família. 

Para Dom Sérgio da Rocha, a celebração "é expressão da fé do povo, da devoção a Nossa Senhora e também sinal da presença amorosa de Maria acompanhando seu povo."
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade