Publicidade

Correio Braziliense

Motorista de aplicativo é assassinado no DF durante turno de trabalho

Henrique Fabiano Dias, 25 anos, foi encontrado morto e com sinais de estrangulamento, segundo familiares. PCDF investiga o caso


postado em 13/10/2019 19:20 / atualizado em 13/10/2019 23:36

O motorista de aplicativo Henrique Dias foi encontrado morto com sinais de estrangulamento no SIA(foto: Arquivo Pessoal)
O motorista de aplicativo Henrique Dias foi encontrado morto com sinais de estrangulamento no SIA (foto: Arquivo Pessoal)
Um motorista de aplicativo foi encontrado morto, com sinais de estrangulamento, na madrugada deste domingo (13/10), no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA). Henrique Fabiano Dias, 25 anos, fez o último contato com a namorada por volta da 0h, avisando que ia atender uma chamada em um posto no Núcleo Bandeirante. Depois disso, ela e a família perderam o contato com o jovem.  Os parentes chegaram a registrar ocorrência de desaparecimento.

O corpo de Henrique foi encontrado ainda de madrugada, após um taxista acionar a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) ao vê-lo caído. O Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) compareceu ao local, mas a vítima já estava sem sinais de vida. Como o celular e a carteira do jovem não estavam no local, sua identificação não foi imediatamente feita.

A confirmação de que se tratava de Henrique só ocorreu na tarde deste domingo, após a PCDF notar a semelhança entre o corpo encontrado e as informações prestadas pela família e recomendar que parentes do motorista fossem ao Instituto de Medicina Legal (IML).

O desaparecimento dos pertences pessoais faz com que a família e amigos acreditem que o motorista foi vítima de latrocínio. No entanto, o caso foi registrado como possível homicídio. A 8ª Delegacia de Polícia (SIA) está responsável pelas investigações e ainda não há informações sobre os suspeitos.  

"Menino bom e responsável"

Henrique era morador de Samambaia e trabalhava como motorista de aplicativo havia menos de dois meses. Amigos da vítima pedem por mais segurança na cidade. 

"Veio um assaltante e tirou a vida dele. Um menino bom, humilde e responsável. Ele tinha emprego fixo e veio a oportunidade de trabalhar como motorista de aplicativo para aumentar a renda. Pedimos mais segurança", reivindica a corretora e amiga próxima da família Cláudia Fernandes. 
 
O velório de Henrique está marcado para as 13h30 da segunda-feira (14/10), na capela 5 do cemitério Campo da Esperança de Taguatinga. O enterro será às 16h.  
 

Ver galeria . 5 Fotos Facebook/Reprodução
(foto: Facebook/Reprodução )
 
 

Mais morte


Na noite de sexta-feira (11), outro motorista de aplicativo foi vítima de latrocínio. Tiego Cavalcante, 28 anos, foi encontrado morto com um tiro no rosto, em uma estrada de chão, em Samambaia. O carro dele foi levado e abandonado em um estacionamento próximo à feira permanente da 202 de Samambaia Norte. As investigações estão sendo conduzidas pela 32ª DP (Samambaia Sul). 
 
Colaborou Roberta Pinheiro 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade