Publicidade

Correio Braziliense

MPDFT e Polícia Civil fazem operação conjunta e prendem 32 pessoas

Foram expedidos 41 mandados de prisão e 57 de busca e apreensão para desarticular associações criminosas do tráfico de drogas. Operação é considerada a maior do ano no DF


postado em 17/10/2019 08:42 / atualizado em 17/10/2019 17:05

Mandados podem gerar novas provas e outros desdobramentos da operação(foto: PCDF/Divulgação)
Mandados podem gerar novas provas e outros desdobramentos da operação (foto: PCDF/Divulgação)
O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e a Polícia Civil deflagraram uma operação conjunta na manhã desta quinta-feira (17/10). A ação colocou nas ruas uma força-tarefa para combater o tráfico de drogas e foi considerada pelo MP a maior do ano no DF. Foram presos 32 pessoas.

A Justiça expediu 41 mandados de prisão e 57 de busca e apreensão contra suspeitos de integrar associações criminosas na capital. Desde a manhã, a Operação Efeito Dominó mobiliza 400 policiais civis, cães farejadores e duas aeronaves.
 
As investigações se iniciaram em março de 2019 na 11ª Delegacia de Polícia (Núcleo Bandeirante) com a prisão de dois homens por tráfico. O celular de um deles revelou informações sobre um esquema de venda de drogas praticado em todo o Distrito Federal e parte do entorno. "A partir do aparelho celular conseguimos descortinar uma fórmula nova do tráfico de droga de atuação em rede", explicou  Luiz Humberto de Oliveira, promotor da 2ª Promotoria de Justiça de Entorpecentes.
 
Segundo o promotor, mais de cinco associações, além de pessoas com atuação independente, faziam parte do esquema. "O que visualizamos foi uma ideia de mercado com grandes fornecedores, atacadistas que pegavam volumes maiores de droga e passavam para varejistas e eles distribuíam para os usuários", acrescentou.
 
A polícia cumpriu os mandados em 57 endereços dispersos nas cidades de Recanto das Emas, Samambaia, Ceilândia, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Park Way, Cidade Ocidental, Valparaíso e Formosa. Além dos 32 presos, foram apreendidos sete armas de diferentes calibres, porções de drogas, como maconha e cocaína, e cerca de R$ 60 mil. 
 
O material apreendido passará por perícia e os presos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Especializada (DPE). As investigações da operação terão continuidade.
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade