Publicidade

Correio Braziliense

Motorista de aplicativo tem carro roubado por três adolescentes no DF

Após o roubo, o trio bateu o veículo em uma caminhonete que estava estacionada na via e foi perseguido pela PM até ser apreendido pela PM


postado em 18/10/2019 08:27 / atualizado em 18/10/2019 09:19

Segundo o dono do carro, os adolescentes pediram a viagem em um condomínio e, em seguida, anunciaram o assalto, colocaram uma arma nas costas da vítima e o abandonou em uma rua(foto: Divulgação/PMDF)
Segundo o dono do carro, os adolescentes pediram a viagem em um condomínio e, em seguida, anunciaram o assalto, colocaram uma arma nas costas da vítima e o abandonou em uma rua (foto: Divulgação/PMDF)
Três adolescentes, de 16 e 17 anos, foram apreendidos suspeitos de roubar o carro de um motorista de aplicativo na noite de quinta-feira (17/10), em Santa Maria. Após o roubo, o trio tentava fugir entre as quadras comerciais e bateu o veículo em uma caminhonete Toyota Hillux que estava estacionada na via.

À Polícia Militar, o dono do carro roubado, 32, contou que os adolescentes pediram a viagem em um condomínio. Pouco tempo depois de entrar no veículo, o trio anunciou o assalto, colocou uma arma nas costas da vítima e o abandonou em uma rua. Após sair do carro, o homem parou um WV Fox, que passava na via, e pediu que o condutor o ajudasse a seguir o veículo roubado pela BR-040, sentido Valparaíso. Enquanto isso, ele passava todas as informações à polícia.

Policiais militares de Santa Maria viram que os adolescentes dirigiam em alta velocidade e deram início a uma perseguição policial. Durante a fuga, ao entrar na via comercial entre as quadras 202/203 de Santa Maria, o trio colidiu com uma caminhonete Toyota Hillux estacionada na via. Em seguida, os suspeitos foram presos.

Com eles, os policiais militares encontraram uma arma de fabricação caseira, dois comprimidos de rohypnol e uma pequena porção de maconha.

Com ferimentos leves, os adolescentes foram levados para o Hospital de Base e, em seguida, encaminhados para a Delegacia da Criança e do Adolescentes 2 (DCA 2). Na unidade, os policiais verificaram que um dos envolvidos estava com mandado de busca e apreensão em aberto.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade