Publicidade

Correio Braziliense

Ibaneis diz que licitação de nova UPA de Ceilândia sai em 15 dias

O anúncio foi feito durante a inauguração da Praça dos Direitos, na QNN 13, na região administrativa


postado em 19/10/2019 12:28 / atualizado em 19/10/2019 17:16

(foto: Vinícius de Melo/Agência Brasília)
(foto: Vinícius de Melo/Agência Brasília)
Em no máximo 15 dias, o Governo do Distrito Federal lançará edital de licitação para a construção de uma nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Ceilândia, assegurou o governador Ibaneis Rocha (MDB). O anúncio foi feito durante a inauguração da Praça dos Direitos, na QNN 13, em Ceilândia, na manhã deste sábado (19/10). O chefe do Executivo local afirmou que a medida é para amenizar a situação da população da região que tem sofrido com saúde pública do DF.

"Na próxima segunda-feira (21/10), soltaremos a contratação de mais 106 médicos para compor as Unidades Básicas de Saúde para melhorar a atenção básica no Distrito Federal", afirmou o governador.

Além disso, o GDF pretende construir um novo hospital público em Ceilândia e revitalizar o antigo. Ibaneis contou que o projeto da nova unidade de saúde já está sendo elaborado, com base na planta do Hospital Regional de Santa Maria com adaptações para as necessidades da cidade.

"O hospital daqui é um dos mais antigos, tem uma série de problemas. Então, a ideia é construir um novo hospital e depois fazer a recuperação do hospital anterior como um todo. O projeto está em fase final, em conclusão na Novacap, em parceria com a Secretaria de Saúde. Ano que vem, queremos lançar o edital para entregarmos um novo hospital para Ceilândia", contou o emedebista.

Geração de emprego


No evento, Ibaneis também falou sobre a geração de empregos. Segundo ele, o DF vai terminar 2019 com mais de 80 mil novos postos de trabalho. Ele ressaltou que, em meio a crises, é preciso criar e o GDF tem sido criativo ao priorizar obras que têm impacto na sociedade e economizando.

"Chegamos em um período em que as pessoas estavam sem esperança. Nem projetos o governo tinha. Vamos fechar o ano com mais de 200 licitações de obras públicas. O empresariado está voltando a empregar, as lojas reabrindo. Estamos mudando pouco a pouco, mas em uma velocidade que não se esperava", destacou.

Praça dos Direitos

O GDF inaugurou a Praça dos Direitos na QNN 13, próximo à Biblioteca Pública de Ceilândia. O evento foi realizado em parceria com a Secretaria de Justiça, por meio do projeto Sejus Mais Perto do Cidadão. Ceilândia é a oitava cidade a receber o programa, que já passou por Candangolândia, Recanto das Emas, Paranoá, Brazlândia, Planaltina, São Sebastião e Cidade Estrutural e atendeu mais de 40 mil pessoas. A próxima cidade foi anunciada pelo secretário da Sejus, Gustavo Rocha, e será o Itapoã.

A programação do evento conta com prestação de serviços e ações gratuitas, como consulta oftalmológica, dentista para as crianças, aferição de pressão arterial e glicemia, corte de cabelo e escova progressiva. Em Ceilândia, a ação continua no domingo (20/10).

"Como delegado, atuei muitos anos na região onde foi construída essa praça. Antes era conhecida como cracolândia, com alto índice de tráfico e uso de drogas, assaltos e estupros. Houve até casos de homicídio. Agora, estamos entregando um espaço diferente para a população", declarou o administrador de Ceilândia, delegado Fernando Fernandes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade