Publicidade

Correio Braziliense

Brasilenses aguardam o momento de colher mangas dos pés

Os pés de manga espalhados por Brasília estão abarrotados. Embelezam a cidade e fazem a festa de quem gosta da fruta


postado em 20/10/2019 06:00

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Elas estão espalhadas por todos os lugares da capital federal, e têm um período certo de frutificação. Plantadas por moradores e técnicos da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), as mangueiras estão entre as principais árvores frutíferas do Distrito Federal. Mais de 120 mil pés de manga podem ser encontrados próximos às vias públicas da capital, segundo a Novacap. As espécies são as mais diversas: manga comum, coquinho, espada, tommy, ubar e a rosa.


A floração das mangueiras começa e setembro, e o amadurecimento ocorre entre dezembro e janeiro. Nesse período, é possível encontrar pessoas balançando os galhos, subindo nas árvores ou manuseando varas para tentar pegar a fruta. Enquanto essa época não chega, os brasilienses aguardam ansiosamente o momento da colheita. É o caso do assessor parlamentar Kaio Duarte, 23 anos. Desde os 16 anos, ele mantém a tradição de colher manga no Parque da Cidade com os amigos. “Apesar da correria do dia a dia, quero dedicar um tempinho para pegar a fruta, que, por sinal, é muito saborosa”, diz.

A enfermeira Cristiane Gomes, 34, trabalha próximo à Praça do Buriti e passa todos os dias pelo local, mas nunca havia reparado na quantidade de mangueiras ao seu redor. “Não tenho costume de colher, mas observando bem, vou começar a colocar a colheita como rota de lazer. Tenho dois filhos, de 1 e 2 anos, e eles adoram a fruta. Então, essa será mais uma opção para agradá-los”, conta.

Há aqueles que nem esperam chegar em casa para saborear a manga e preferem comer debaixo do pé. É o caso da servidora pública Edite Moreira, 69. “Eu passo com frequência em lugares que têm mangueiras e fico admirando. É uma sensação maravilhosa e gratificante ao mesmo tempo. Sempre que vou resolver algum problema próximo ao Buriti, pego uma manga e como por aqui mesmo”, ressalta.

Kaio Duarte: ''Quero dedicar um tempinho para pegar a fruta''(foto: Darcianne Diogo/CB/D.A Press)
Kaio Duarte: ''Quero dedicar um tempinho para pegar a fruta'' (foto: Darcianne Diogo/CB/D.A Press)


Edite Moreira: ''Passo com frequência em lugares que têm mangueiras e fico admirando''(foto: Darcianne Diogo/CB/D.A Press)
Edite Moreira: ''Passo com frequência em lugares que têm mangueiras e fico admirando'' (foto: Darcianne Diogo/CB/D.A Press)


Segundo a Novacap, a maior incidência da fruta está concentrada no Parque da Cidade, na Praça do Buriti, no Setor de Embaixadas Sul, no Cruzeiro, na 302 Sul, além das regiões administrativas. “Este ano, nós (da Novacap) plantaremos 150 mil árvores. Dessas, 10 mil serão frutíferas, que incluirão as mangueiras, jenipapos, cagaitas, pequis e araticum”, explicou Raimundo Silva, chefe do Departamento de Parques e Jardins (DPJ) do órgão. Nesse imenso pomar candango, também nascem os abacates, jacas, pequis, limões e jabuticabas.

Uma mangueira pode chegar a 20 metros de altura e os frutos surgem após cinco anos de plantio. Segundo o chefe do DPJ, o morador que quiser plantar uma árvore deve solicitar a autorização à Novacap. “Aqui, nós damos a orientação necessária, como o tipo de adubação, local certo, tipo de espaçamento e qual espécie adequada para a região”, detalha.


Receita caseira
A nutricionista clínica Catarine Camargo elaborou duas receitas caseiras saudáveis de manga. A primeira é um sorvete, de base natural, livre das gorduras hidrogenadas. A segunda também se encaixa na opção saudável aos refrescos industrializados e cheios de açúcar. A bebida, portanto, não precisa ser adoçada.


(foto: Catarine Camargo/Divulgacao)
(foto: Catarine Camargo/Divulgacao)

Confira

Sorbet de manga e banana
» 1 manga fatiada e congelada
» 2 bananas, cortadas em rodelas, congeladas
» 1 colher de sopa de mel ou melaço de cana
» 200 ml de leite de coco

Modo de preparo
Bata tudo no processador ou no liquidificador até ficar com consistência de sorvete. Sirva com granola e pedaços de frutas.

Frapê de manga e maracujá
» 1 manga fatiada
» 2 maracujás
» 300 ml de água de coco
» hortelã a gosto

Modo de preparo
Bata as mangas e o maracujá no liquidificador, coe e congele em cubos. Depois que estiver congelado, bata com a água de coco e as folhas de hortelã.
 

  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade