Publicidade

Correio Braziliense

Sete dos 12 cães abandonados perto de delegacia já foram adotados

Cinco fêmeas ainda esperam adoção. Investigadores cuidaram dos filhotes desde que foram deixados perto da DP, na manhã deste domingo (27/10)


postado em 28/10/2019 17:36 / atualizado em 28/10/2019 17:36

Cinco fêmeas ainda esperam para serem adotadas(foto: Divulgação/PCDF)
Cinco fêmeas ainda esperam para serem adotadas (foto: Divulgação/PCDF)
Dos doze filhotes de cachorro abandonados perto da 24ª Delegacia de Polícia (Setor O, em Ceilândia), na manhã deste domingo (27/10), sete já possuem uma nova casa. Cinco, todas fêmeas, ainda esperam para serem adotadas e os agentes da unidade policial continuam em busca de voluntários.

 

Os investigadores têm cuidado dos filhotes desde que foram deixados próximos à DP. Segundo um dos policiais, os machos da cor preta tiveram preferência nas adoções e, com isso, as fêmeas de cor marrom continuam sob a responsabilidade dos agentes. “Começou a dificultar porque o pessoal quer escolher cor, tamanho e tudo mais. No começo, tinha uma variedade maior, agora não”, disse. “Já entramos em contato com várias ONG’s, mas eles estão sem estrutura pra receber mais animais”, completou.

 

Quem tiver interesse em adotar os pets, pode entrar em contato com os policiais a qualquer hora do dia no telefone (61) 3207-8011.

 

Abandono é crime

Abandono e maus-tratos a animais é crime. A pena varia de 3 meses a 1 ano de detenção, além de multa, segundo o Artigo 32 da Lei de Crime Ambientais. O Artigo 164 do Código Penal também prevê detenção de 15 dias a seis meses ou multa para quem cometer o delito.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade