Publicidade

Correio Braziliense

Sociedade Teosófica no Brasil completa 100 anos com agenda de eventos

Com sede na Asa Sul, organização comemora os 100 anos da entidade no Brasil. Programação cultural inicia amanhã e segue até domingo. Haverá shows, palestras, apresentação de dança e lançamento de livro sobre o centenário


postado em 11/11/2019 06:00

Entre as atrações da semana está o grupo Gnana Mandiram, que toca mantras e bhajans (foto: Arquivo Pessoal)
Entre as atrações da semana está o grupo Gnana Mandiram, que toca mantras e bhajans (foto: Arquivo Pessoal)
A Sociedade Teosófica no Brasil completa 100 anos na próxima semana. Para comemorar a data, os membros da organização em Brasília preparam uma agenda de eventos na sede nacional (na 603 Sul) e em outros dois lugares. De amanhã até domingo, haverá shows, palestras, apresentações de dança e o lançamento de um livro que conta a história do centenário. A programação é aberta ao público.

 

À frente da entidade desde 2017, Sérgio Moraes conta que o objetivo é celebrar e reconhecer o trabalho realizado no país, além de ser uma oportunidade para difundir ao público brasiliense os princípios teosóficos e a importância deles para a humanidade. “É um lugar para aceitar a fraternidade universal, sem distinção de sexo, raça, credo ou cor. Não tratamos de religião, mas do livre pensamento do ser humano, sem preconceitos”, esclarece.

 

Para a goiana Sabah Moraes, será uma oportunidade para os brasilienses conhecerem mais a Sociedade Teosófica (foto: Arquivo Pessoal)
Para a goiana Sabah Moraes, será uma oportunidade para os brasilienses conhecerem mais a Sociedade Teosófica (foto: Arquivo Pessoal)
O presidente afirma que a missão da organização é ampliar o conhecimento e partilhar o espírito livre, estudando as variadas religiões junto à filosofia, à ciência e a outros ensinamentos, sem fundamentalismo. “Por meio da revelação das verdades universais, podemos mudar nossa visão de mundo, nossas relações. A ignorância é uma das maiores causas do sofrimento e, ao ser mitigada, pode trazer paz ao ser humano.”

 

Membro da Sociedade Teosófica há 40 anos, o produtor Osvaldo Candé foi o escolhido para organizar a comemoração. Ele reuniu nomes de artistas que têm alguma sintonia e história com a instituição. “Vai ser uma reunião de tradições. Em um dos dias, por exemplo, vamos ter um pout-pourri com diferentes estilos musicais, como árabe, turco, mantras indianos, além de referências do Ocidente, em que predomina o cristianismo”, detalha.

 

Entre as atrações do centenário está a goiana Sabah Moraes, que cantará músicas de Edith Piaf e de Astor Piazzolla. Uma das ganhadoras do prêmio nacional Grão de Música de 2019, ela é membro da sociedade teosófica em Goiás há dois anos. “É uma oportunidade para quem está preparado para abrir a mente e se conectar com outros caminhos e percepções. Nada é imposto. É um lugar para livres pensadores. Ouvir, estudar. A gente vai aprendendo”, diz a cantora sobre o evento desta semana em Brasília.

 

Fundação

 

A organização foi fundada em Nova York, nos Estados Unidos, em 1875, por um pequeno grupo de pessoas. À frente do projeto estavam a russa Helena Petrovna Blavatsky e o coronel do exército norte-americano Henry Steel Olcott, primeiro presidente da Sociedade Teosófica. Em 3 de abril de 1905, foi estabelecida legalmente a sede internacional no bairro de Aduar, em Cennai, no sul da Índia, onde está até hoje. Com mais de um século de existência, a entidade espalhou-se por cerca de 60 países e em todos os continentes. No Brasil, iniciou as atividades em 17 de novembro de 1919.

 

O evento terá dança indiana clássica com a bailarina Devadasi Hermógenes(foto: Arquivo Pessoal)
O evento terá dança indiana clássica com a bailarina Devadasi Hermógenes (foto: Arquivo Pessoal)

Programe-se

 

De 12 a 17 de novembro

Na sede da Sociedade Teosófica no Brasil (603 Sul), no Teatro dos Bancários (314/315 Sul) e na Casa Thomas Jefferson (706/906 Sul)

Ingresso: R$ 30 (por dia)

 

Dia 12 (terça)

Às 20h

Na sede da Sociedade Teosófica

Lançamento do livro A Verdade de Todas as Eras — 100 anos da Sociedade Teosófica no Brasil

Palestra com o Dr. Ulisses Riedel Rezende (ex-presidente da Sociedade Teosófica)

 

Dia 13 (quarta)

Às 19h30

No Teatro dos Bancários

Sabah Moraes canta Edith Piaf

 

Dia 14 (quinta)

Às 19h30

No Teatro dos Bancários

Apresentação da Orquestra de Cordas de Jovens da Universidade de Brasília (UnB)

 

Dia 15 (sexta)

Às 19h30

Na Casa Thomas Jefferson

Apresentação do pianista internacional André Frazunkiewicz

Mostra de fotografia sobre a história da Sociedade Teosófica

 

Dia 16 (sábado)

Às 19h30

Na Casa Thomas Jefferson

Apresentações artísticas das tradições

Mantras e bhajans com o grupo Gnana Mandiram (Hare Krishna Néctar da Devoção)

Dança indiana clássica com a bailarina Devadasi Hermógenes

Tai Chi Chuan, com Shizue Naka

Música árabe com Bety Vinyl e o Trio Fusion

 

Dia 17 (domingo)

Às 20h

Na sede da Sociedade Teosófica

Apresentação com Sabah Moraes e Ney Couteiro

Apresentação com o tenor Francisco Simal e a violinista Ana Cristina

Celebração com fala de autoridades da sociedade e convidados das várias tradições (hinduísmo, budismo, seicho-no-ie, catolicismo, entre outras)

Coral Brasília

 

Objetivos

 

De acordo com o presidente Sérgio Moraes, a Sociedade Teosófica trabalha com três objetivos: formar um núcleo da fraternidade universal da humanidade, sem distinção de raça, credo, sexo ou cor; encorajar o estudo da religião comparada, da filosofia e da ciência; e investigar as leis não explicadas da natureza e os poderes latentes no homem.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade