Publicidade

Correio Braziliense

GDF construirá centros de apoio a mulheres vítimas de violência

São Sebastião, Itapoã, Sobradinho 2 e Sol Nascente receberão as unidades


postado em 12/11/2019 22:05 / atualizado em 12/11/2019 22:06

(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
O Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou, nesta terça-feira (12/11), a construção de quatro centros de assistência a mulheres vítimas de violência doméstica. O projeto tem apoio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e prevê estrutura policial, médica, jurídica, psicológica e educacional à população feminina que será atendida nas unidades. 
 
Os centros serão abertos em São Sebastião, Itapoã, Sobradinho 2 e no Sol Nascente. A Secretaria de Estado da Mulher (SMDF) e a Terracap estudam terrenos para a instalação das unidades. Segundo o Executivo local, cerca de R$ 5 milhões — previstos em emendas parlamentares — serão investidos nas construções. 
 
As unidades darão suporte à Casa da Mulher Brasileira (CMB). O espaço — inaugurado em 2015, na 601 Norte — teve sua reforma anunciada pela ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, durante audiência com o governador Ibaneis Rocha nesta terça-feira, no Palácio do Buriti. 
 
Fechada por falhas na estrutura, a Casa será reformada com recursos do Banco do Brasil e deve ser entregue em março de 2021. Atualmente, o atendimento interrompido no fechamento da CMB é realizado em um espaço improvisado da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, 204/205 Sul. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade